sicnot

Perfil

Mundo

Dois homens de origem síria interpelados em Genebra com sinais de explosivos na viatura

Dois homens de origem síria foram interpelados hoje em Genebra, que está em estado de alerta reforçado devido a uma ameaça extremista, e encontrados sinais de explosivos na sua viatura, anunciou a televisão pública suíça RTS.

Reuters

Reuters

© Denis Balibouse / Reuters

Uma operação de polícia está em curso no território suíço, sobre uma estrada conducente à fronteira com a França, acrescentou a estação televisiva.

A polícia de Genebra recusou especificar se estas interpelações estavam associadas às buscas de quatro homens que decorrem de forma intensiva desde quarta-feira, no seguimento de informações fornecidas por um serviço estrangeiro.

Estes quatro suspeitos, cujas fotos foram divulgadas pela imprensa suíça, estariam ligados ao grupo que se designa por Estado Islâmico.

O nível de alerta foi elevado para um nível três, de um total de cinco, pela polícia e foram colocados agentes armados em vários pontos sensíveis de Genebra.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".