sicnot

Perfil

Mundo

Polícia espanhola apanha cabecilha da "mais importante" organização criminosa da Europa

A Guardia Civil espanhola anunciou hoje ter detido em novembro o chefe da organização criminosa "mais importante da Europa", um britânico procurado a nível internacional por tráfico de droga e vários assassínios.

SPANISH INTERIOR MINISTRY / HANDOUT

Robert Dawes, de 44 anos, foi detido a 12 de novembro em Benalmadena (Málaga, Andaluzia sul de Espanha) no decorrer de uma operação coordenada pela Europol. De acordo com um comunicado da Guardia Civil, o britânico foi apanhado por uma unidade de intervenção especial numa vivenda de luxo onde vivia com a sua família, empregados e guarda-costas.

Dawes era procurado desde 2007 altura em que já se pensava que "dirigia a organização criminosa mais importante do Reino Unido e da Europa, dedicada ao tráfico de droga, ao branqueamento de capitais e ao homicídio".

O cabecilha britânico reunia-se regularmente com representantes dos cartéis da droga sul-americanos em hotéis de luxo em Madrid, indicou a polícia.

A partir da Andaluzia, a organização de Dawes introduzia na Europa grandes quantidades de cocaína dissimulada em móveis importados da China e em contentores de fruta provenientes da América do Sul e que eram desembarcados no porto de Algeciras.

Robert Dawes também era procurado pela Holanda por alegada ligação a uma vaga de assassínios naquele país entre 2014 e 2015, no que teria sido uma guerra de bandos pelo controlo do tráfico de cocaína em vários países da Europa

Um grupo especial de polícia de vários países foi formado para investigar esta organização.

A rede tinha ligações a Portugal, França, Bélgica, Holanda, Itália, Alemanha, Turquia, Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Paquistão, Venezuela, Equador e México. Também tinha ligações à Mafia calabresa (sul de Itália), conhecida por N'drangheta.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.