sicnot

Perfil

Mundo

Polícia espanhola apanha cabecilha da "mais importante" organização criminosa da Europa

A Guardia Civil espanhola anunciou hoje ter detido em novembro o chefe da organização criminosa "mais importante da Europa", um britânico procurado a nível internacional por tráfico de droga e vários assassínios.

SPANISH INTERIOR MINISTRY / HANDOUT

Robert Dawes, de 44 anos, foi detido a 12 de novembro em Benalmadena (Málaga, Andaluzia sul de Espanha) no decorrer de uma operação coordenada pela Europol. De acordo com um comunicado da Guardia Civil, o britânico foi apanhado por uma unidade de intervenção especial numa vivenda de luxo onde vivia com a sua família, empregados e guarda-costas.

Dawes era procurado desde 2007 altura em que já se pensava que "dirigia a organização criminosa mais importante do Reino Unido e da Europa, dedicada ao tráfico de droga, ao branqueamento de capitais e ao homicídio".

O cabecilha britânico reunia-se regularmente com representantes dos cartéis da droga sul-americanos em hotéis de luxo em Madrid, indicou a polícia.

A partir da Andaluzia, a organização de Dawes introduzia na Europa grandes quantidades de cocaína dissimulada em móveis importados da China e em contentores de fruta provenientes da América do Sul e que eram desembarcados no porto de Algeciras.

Robert Dawes também era procurado pela Holanda por alegada ligação a uma vaga de assassínios naquele país entre 2014 e 2015, no que teria sido uma guerra de bandos pelo controlo do tráfico de cocaína em vários países da Europa

Um grupo especial de polícia de vários países foi formado para investigar esta organização.

A rede tinha ligações a Portugal, França, Bélgica, Holanda, Itália, Alemanha, Turquia, Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Paquistão, Venezuela, Equador e México. Também tinha ligações à Mafia calabresa (sul de Itália), conhecida por N'drangheta.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.