sicnot

Perfil

Mundo

Polícia espanhola apanha cabecilha da "mais importante" organização criminosa da Europa

A Guardia Civil espanhola anunciou hoje ter detido em novembro o chefe da organização criminosa "mais importante da Europa", um britânico procurado a nível internacional por tráfico de droga e vários assassínios.

SPANISH INTERIOR MINISTRY / HANDOUT

Robert Dawes, de 44 anos, foi detido a 12 de novembro em Benalmadena (Málaga, Andaluzia sul de Espanha) no decorrer de uma operação coordenada pela Europol. De acordo com um comunicado da Guardia Civil, o britânico foi apanhado por uma unidade de intervenção especial numa vivenda de luxo onde vivia com a sua família, empregados e guarda-costas.

Dawes era procurado desde 2007 altura em que já se pensava que "dirigia a organização criminosa mais importante do Reino Unido e da Europa, dedicada ao tráfico de droga, ao branqueamento de capitais e ao homicídio".

O cabecilha britânico reunia-se regularmente com representantes dos cartéis da droga sul-americanos em hotéis de luxo em Madrid, indicou a polícia.

A partir da Andaluzia, a organização de Dawes introduzia na Europa grandes quantidades de cocaína dissimulada em móveis importados da China e em contentores de fruta provenientes da América do Sul e que eram desembarcados no porto de Algeciras.

Robert Dawes também era procurado pela Holanda por alegada ligação a uma vaga de assassínios naquele país entre 2014 e 2015, no que teria sido uma guerra de bandos pelo controlo do tráfico de cocaína em vários países da Europa

Um grupo especial de polícia de vários países foi formado para investigar esta organização.

A rede tinha ligações a Portugal, França, Bélgica, Holanda, Itália, Alemanha, Turquia, Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Paquistão, Venezuela, Equador e México. Também tinha ligações à Mafia calabresa (sul de Itália), conhecida por N'drangheta.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.