sicnot

Perfil

Mundo

EUA incentivam partes desavindas na Líbia a assinarem acordo para Governo único

O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, incentivou este domingo as partes desavindas na Líbia, a assinarem um acordo para criação de Governo único, que ponha fim ao "vazio de poder" que o país vive.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© POOL New / Reuters

"Estamos aqui porque não podemos permitir que a atual situação na Líbia continue. É perigoso para sua sobrevivência, para os líbios e, atualmente pela presença do Daesh, perigosa para todos", disse Kerry numa conferência em Roma.

"Estamos preparados para apoiar. É o momento de romper este Estado falido da Líbia, Estamos firmemente decididos a incentivar para que se chegue a uma acordo que não se detenha face a individualismos", afirmou Kerry.

O chefe da diplomacia de Washington viajou até à capital italiana para participar numa conferência que visa incentivar os dois grupos desavindos da Líbia, que participam também, a formar um Governo de unidade nacional, transitório, para a pacificação daquele Estado africano.

Na conferência participaram também, entre outros, a União Europeia, a Liga Árabe e representantes de 17 países, entre eles, os cinco com assento permanente no Conselho de Segurança da ONU -- França, Estados Unidos, Reino Unido, China e Rússia.

Kerry afirmou que todos mostraram um "apoio unânime" à assinatura de um acordo entre os dois governos líbios -- o de Tobruk, reconhecido internacionalmente, e o de Tripoli, considerado rebelde -- proposto pelas Naçôes Unidas e que deverá ser assinado, previsivelmente, na próxima quarta-feira.

Lusa

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • Capacetes Brancos agradecem Óscar para filme sobre a guerra na Síria
    1:34

    Óscares 2017

    O Óscar para melhor documentário curto foi atribuído a um filme sobre a guerra na Síria. "The White Helmets" retrata o trabalho dos Capacetes Brancos, uma equipa de voluntários que ajuda no salvamento e resgate de habitantes sírios atingidos pelo conflito no país. O Fundador dos Capacetes Brancos já veio fazer um agradecimento público pela atribuição deste galardão. Raed Saleh diz que é uma motivação para os voluntários que todos os dias arriscam a vida para salvar outras pessoas.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16