sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 20 mortos em incêndio em hospital psiquiátrico na Rússia

Pelo menos 21 pessoas morreram, esta madrugada, na sequência de um incêndio num hospital psiquiátrico na região de Voronezh, no sudoeste da Rússia, informou a agência RIA Novosti.

"Dezanove corpos foram retirados do local do incêndio e duas pessoas sucumbiram aos ferimentos no hospital. Duas outras encontram-se desaparecidas", disse uma fonte do centro regional do Ministério de Emergências à agência noticiosa oficial da Rússia.

O edifício, feito de madeira, foi destruído pelas chamas, segundo a mesma fonte.

O incêndio, na aldeia de Alferovka, levou à retirada de pelo menos 57 pessoas foram retiradas, das quais 22 foram hospitalizadas devido a queimaduras e à inalação de fumo.

Os bombeiros impediram que as chamas se alastrassem ao edifício contíguo ao centro psiquiátrico, segundo um porta-voz à agência TASS.

Desconhecem-se, de momento, as causas do incêndio.

Lusa

  • Pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço

    País

    O pescador desapareceu na noite deste sábado no rio Minho, em Alvaredo, no concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo. Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil estão envolvidos nas buscas 15 operacionais e quatro viaturas.

  • Portugal vai testar capacidade de resposta a ciberataque
    0:22

    País

    O exercício está marcado para os dias 09 e 10 de maio e é o primeiro a nível nacional a testar um ciberataque em Portugal. O teste é organizado pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) para apurar "o "grau de preparação" das várias entidades públicas e privadas, mas já conclusões a ter em conta. Segundo o coordenador do CNCS, Pedro Veiga confirma-se tendência para os ataques serem cada vez mais sofisticados e é preciso alertar a população para o que publicam na internet e se pode colocar em risco a privacidade e a segurança.

  • Mont-Saint-Michel evacuado "por precaução"

    Mundo

    O monumento do Monte Saint-Michel, no oeste de França, foi evacuado hoje de manhã "por precaução", tendo sido retirados os turistas e habitantes devido à presença de um suspeito que ameaçou as forças da ordem, anunciou a polícia francesa.

  • As suspeitas que recaem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho
    2:00