sicnot

Perfil

Mundo

A falsa "Selfie" do Papa Francisco

A suposta primeira "selfie" do Papa correu o Instagram e o Twitter, esta segunda-feira de manhã. Francisco surgia a sorrir ao olhar para a câmara. O único problema da fotografia... é ser falsa.

A fotografia foi partilhada numa conta do Instagram com mais de 140 mil seguidores, com a legenda "First #selfie" ("Primeira #selfie"). A origem da imagem é uma vídeo-chamada que o Papa fez com jovens de todo o Mundo, em setembro de 2014.

O departamento de comunicação do Vaticano confirmou ao Mashable que Francisco não tem uma conta no Instagram. Entretanto, foram feitas várias notícias sobre o assunto. Inclusivamente, na CNN onde foi perguntado aos espectadores "Já viram melhor selfie?"

O Papa Francisco é muito popular nas redes sociais. A conta oficial do Twiter tem mais de 8,12 milhões de seguidores.

@catholicworld #popeFrancis #papaFrancesco #papaFrancisco #papstFranziskus #papeFrançois #папафранциск

Uma foto publicada por VATICAN.VA (@vatican__) a

  • Papa Francisco apela ao consenso na Cimeira do Clima
    0:58

    Cimeira do Clima

    O Papa Francisco apelou hoje a que os líderes mundiais cheguem a um acordo na Cimeira do Clima sobre as alterações climáticas. Na Praça de São Pedro, na missa de domingo, Francisco sublinhou que só com um consenso será possível acabar também com a pobreza e promover a dignidade humana.

  • Anulação mais fácil do casamento católico
    1:48

    País

    Por iniciativa do Papa Francisco a anulação do casamento católico passa a ser mais rápida e muito mais barato, a partir de hoje. Em Lisboa, o patriarcado torna mais fácil e tendencialmente gratuito o processo de anulação. O principal objetivo da Igreja é diminuir os tempos e os custos do processo. Deixam de ser obrigatórias duas sentenças de tribunais eclesiásticos para ser declarada a nulidade. Os casos mais simples podem ser resolvidos em poucos dias e os mais complexos podem demorar até 1 ano.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.