sicnot

Perfil

Mundo

Filipinas em alerta vermelho devido à chegada do tufão Melor

O Conselho de Gestão e Redução de Risco de Desastres das Filipinas declarou o alerta vermelho para o tufão Melor, que chegou hoje à região central do país, com ventos de até 150 quilómetros por hora e rajadas até 185.

Cabana de pescadores, Filipinas.

Cabana de pescadores, Filipinas.

Reuters

Mais de 724 mil pessoas foram retiradas nas províncias de Samar do Norte, Sorsogon e Albay, informou o organismo no seu mais recente comunicado.

Segundo a agência meteorológica PAGASA, o Melor chegou à ilha de Batag, na província de Samar do Norte, às 11:00 locais (03:00 em Lisboa), e desloca-se a 17 quilómetros por hora na direção oeste.

As autoridades filipinas emitiram alertas para 34 províncias -- a maioria das regiões de Visayas e sul de Luzon --, das quais nove se encontram no nível de alerta 3 de um máximo de 5.

Entre as províncias que estão no nível 3 encontra-se Samar Oriental, uma das mais afetadas pelo tufão Haiyan, que em novembro de 2013 causou mais de 6.300 mortos e 1.000 desaparecidos.

A área metropolitana de Manila, onde residem cerca de 12 milhões de habitantes, está sob nível de alerta 1.

O tufão, batizado "Nona" pelas autoridades locais, poderá provocar um aumento do nível do mar de quatro metros nas zonas costeiras afetadas.

Está também prevista uma precipitação de 20 a 30 litros de água por hora por metro quadrado, nos seus 300 quilómetros quadrados de diâmetro, com o perigo de inundações e deslizamento de terras.

As Forças Armadas ajudam na evacuação das zonas que previsivelmente vão ficar mais afetadas, enquanto o Ministério do Bem-Estar Social e Desenvolvimento distribuiu mais de 263.000 pacotes familiares de alimentos.

As autoridades preveem que o Melor abandone o território filipino na próxima quarta-feira.

Entre 15 e 20 tufões assolam todos os anos as Filipinas durante a época da chuva, que começa em junho e vai até novembro.

Lusa

  • Santana diz que Marcelo por vezes faz de conta que é primeiro-ministro
    1:12

    País

    Santana Lopes diz que a expectativa que Passos Coelho criou sobre o mau desempenho do Governo se está a virar-se contra ele. Numa entrevista ao jornal Expresso deste sábado, o ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera contudo que Passos Coelho ainda poderá ganhar as próximas eleições. Sobre Marcelo, o atual provedor da Santa Casa da Misericórdia diz que por vezes faz de conta que é o primeiro-ministro.

  • Coala do Zoo de Duisburg viaja para Lisboa 

    País

    A SIC acompanhou, em exclusivo, a transferência de uma coala do Zoo de Duisburg, na Alemanha, para o Jardim Zoológico de Lisboa. O animal foi transportado pela TAP e batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Uma reportagem para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.