sicnot

Perfil

Mundo

Filipinas em alerta vermelho devido à chegada do tufão Melor

O Conselho de Gestão e Redução de Risco de Desastres das Filipinas declarou o alerta vermelho para o tufão Melor, que chegou hoje à região central do país, com ventos de até 150 quilómetros por hora e rajadas até 185.

Cabana de pescadores, Filipinas.

Cabana de pescadores, Filipinas.

Reuters

Mais de 724 mil pessoas foram retiradas nas províncias de Samar do Norte, Sorsogon e Albay, informou o organismo no seu mais recente comunicado.

Segundo a agência meteorológica PAGASA, o Melor chegou à ilha de Batag, na província de Samar do Norte, às 11:00 locais (03:00 em Lisboa), e desloca-se a 17 quilómetros por hora na direção oeste.

As autoridades filipinas emitiram alertas para 34 províncias -- a maioria das regiões de Visayas e sul de Luzon --, das quais nove se encontram no nível de alerta 3 de um máximo de 5.

Entre as províncias que estão no nível 3 encontra-se Samar Oriental, uma das mais afetadas pelo tufão Haiyan, que em novembro de 2013 causou mais de 6.300 mortos e 1.000 desaparecidos.

A área metropolitana de Manila, onde residem cerca de 12 milhões de habitantes, está sob nível de alerta 1.

O tufão, batizado "Nona" pelas autoridades locais, poderá provocar um aumento do nível do mar de quatro metros nas zonas costeiras afetadas.

Está também prevista uma precipitação de 20 a 30 litros de água por hora por metro quadrado, nos seus 300 quilómetros quadrados de diâmetro, com o perigo de inundações e deslizamento de terras.

As Forças Armadas ajudam na evacuação das zonas que previsivelmente vão ficar mais afetadas, enquanto o Ministério do Bem-Estar Social e Desenvolvimento distribuiu mais de 263.000 pacotes familiares de alimentos.

As autoridades preveem que o Melor abandone o território filipino na próxima quarta-feira.

Entre 15 e 20 tufões assolam todos os anos as Filipinas durante a época da chuva, que começa em junho e vai até novembro.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.