sicnot

Perfil

Mundo

Governo colombiano e guerrilha FARC chegam a acordo sobre justiça para vítimas

O Governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) anunciaram hoje ter chegado a acordo sobre indemnizações e justiça para as vítimas do seu conflito de meio século, um grande avanço nas negociações de paz.

© Jose Gomez / Reuters

Os negociadores de ambos os lados confirmaram o acordo e indicaram que os pormenores serão divulgados na terça-feira.

"Mais um passo em direção ao fim do conflito", escreveu a delegação governamental na rede social Twitter.

"Isto é motivo para alegria, satisfação e para a certeza de que estamos a avançar com passos firmes e seguros para um acordo final", disse o negociador da guerrilha colombiana Marcos Calarca à imprensa em Havana, onde as duas partes têm efetuado as negociações nos últimos três anos.

O acordo inclui a criação de tribunais especiais que darão sentenças máximas de oito anos por crimes cometidos no conflito -- um compromisso considerado um grande avanço quando foi anunciado por ambos os lados, em setembro.

Comprometeram-se, nesse dia, a assinar um acordo de paz definitivo até ao fim de março do próximo ano. Os únicos pontos da agenda por resolver são agora o desarmamento e o mecanismo através do qual o acordo final será ratificado.

As FARC, um grupo de guerrilha marxista, estão em guerra com o Governo da Colômbia desde 1964.

O conflito, que atraiu para si múltiplos grupos rebeldes, paramilitares de direita e traficantes de droga, já matou mais de 220.000 pessoas e deslocou seis milhões.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.