sicnot

Perfil

Mundo

Malaio detido por insultar família real no Facebook

As autoridades da Malásia detiveram um homem por, alegadamente, ter insultado a família real do estado de Johor, no Facebook. O chefe comissário da polícia de Johor, Datuk Wan Ahmad Majmuddin Mohd, disse aos jornalistas que tinham apanhado o homem depois de invadirem a sua casa no sábado de manhã.

© Rick Wilking / Reuters

Após a detenção do homem de 37 anos, a polícia afirmou ter descoberto outros dois posts com o mesmo teor, segundo noticia o Mashable. Fica, agora, detido por quatro dias e com o telemóvel confiscado, enquanto decorrem as investigações. Se for considerado culpado, pode enfrentar até 18 meses de prisão, ou ter de pagar um máximo de 460 dólares (cerca de 418 euros).

Não é a primeira vez que alguém é preso por "crimes" relacionados com o Facebook, na Malásia. Em 2012, um homem de 27 anos foi detido em Kuala Lumpur também por insultos à mesma família. Dois anos depois, o seu irmão gémeo, Ali, pediu asilo político à Suécia, depois de também ter sido preso pelos mesmos motivos.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".