sicnot

Perfil

Mundo

Polícia italiana confisca pergaminhos com falsas bênçãos papais

As autoridades italianas anunciaram hoje ter confiscado 3.500 pergaminhos com falsas bênçãos papais que se destinavam a ser vendidos a peregrinos durante o Jubileu, que teve início no passado dia 8.

© Stefano Rellandini / Reuters

Os pergaminhos falsos, que incluíam a imagem do papa Francisco e o brasão da Santa Sé, foram descobertos numa loja próxima da Praça de São Pedro, no Vaticano.

Segundo a polícia italiana, os pergaminhos estavam impressos em italiano, espanhol, português e inglês sob o título "Bênção do Peregrino", tendo o responsável pela impressão sido denunciado por produção e comércio de objetos falsificados.

"Inventaram a recordação perfeita para o peregrino do Jubileu: uma bênção apostólica personalizada em pergaminho pontifício, com brasão da Santa Sé e uma fotografia do papa Francisco, mas não consideraram necessário pedir a correspondente autorização", comentou a polícia a propósito dos autores da fraude.

O valor dos pergaminhos apreendidos ascende a cerca de 70.000 euros, desconhecendo-se o montante que os comerciantes já tinham arrecadado com a venda dos certificados falsos.

O Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, convocado pelo papa Francisco, teve início a 08 de dezembro, com a abertura da Porta Santa na Basílica de São Pedro, e termina a 20 de novembro de 2016.

Lusa

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01