sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 60 número de mortos nos bombardeamentos de domingo em Damasco

O número de mortos por bombardeamento ou lançamento de mísseis em Damasco e na periferia da cidade no domingo aumentou para 60, incluindo dez menores, informaram hoje o Observatório Sírio para os Direitos Humanos e meios de comunicação oficiais.

© Bassam Khabieh / Reuters

Segundo a organização não-governamental, pelo menos 47 pessoas morreram devido a ataques aéreos e ao lançamento de projéteis por parte das forças governamentais nas localidades de Duma, Sabqa, Harasta, Nashabia e Arbin, todas elas na região de Guta Oriental, o principal bastião opositor dos arredores da capital síria.

Outras sete pessoas perderam a vida em ataques ao bairro de Al Asad perto de Harasta, sob controlo do regime.

Por sua vez, a agência de notícias estatal síria, Sana, indicou que pelo menos seis pessoas morreram e outras três ficaram feridas pela lançamento de mísseis e projéteis de morteiro por parte de "organizações terroristas" contra áreas residenciais de Damasco, zonas de Yaramana e acampamento de Al Wafidin.

A Síria é, há mais de quatro anos, palco de um conflito que já causou a morte de mais de 250 mil pessoas, segundo a contagem o Observatório.

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim