sicnot

Perfil

Mundo

Sonda japonesa segue em direção ao asteroide Ryugu após assistência

A Agência Aeroespacial do Japão (JAXA) informou hoje que a sonda Hayabusa 2 viaja na rota correta em direção ao seu objetivo, o asteroide Ryugu, depois de uma manobra de assistência.

reuters

A sonda realizou na semana passada (a 03 de dezembro) esta manobra, em que o dispositivo se aproximou do planeta Terra (a cerca de 3.100 quilómetros) para aproveitar a energia do campo gravitacional planetário e aumentar assim a sua velocidade e colocar-se numa nova órbita em direção ao asteroide.

Após a manobra, os técnicos da JAXA analisaram a órbita da sonda e confirmaram hoje que esta é correta e que a Hayabusa 2 funciona com total normalidade.

A nave tem previsto aterrar no asteroide Ryugu (originalmente designado 1999JU3) entre junho e julho de 2018 e regressar a Terra com amostras obtidas do mesmo em 2020.

O 1999JU3 é um asteroide com cerca de 900 metros de largura descoberto em 1999 pelo programa de investigação norte-americano LINEAR e faz parte dos chamados asteroides Apolo, um dos três grupos que estão mais perto da Terra.

Os cientistas da JAXA consideram que Ryugu contém água e matéria orgânica e esperam que as amostras possam servir para decifrar algumas informações sobre a origem da vida na Terra.

Esta é a segunda sonda do programa Hayabusa, o primeiro que conseguiu trazer de volta a Terra amostras de um asteroide.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.