sicnot

Perfil

Mundo

Sonda japonesa segue em direção ao asteroide Ryugu após assistência

A Agência Aeroespacial do Japão (JAXA) informou hoje que a sonda Hayabusa 2 viaja na rota correta em direção ao seu objetivo, o asteroide Ryugu, depois de uma manobra de assistência.

reuters

A sonda realizou na semana passada (a 03 de dezembro) esta manobra, em que o dispositivo se aproximou do planeta Terra (a cerca de 3.100 quilómetros) para aproveitar a energia do campo gravitacional planetário e aumentar assim a sua velocidade e colocar-se numa nova órbita em direção ao asteroide.

Após a manobra, os técnicos da JAXA analisaram a órbita da sonda e confirmaram hoje que esta é correta e que a Hayabusa 2 funciona com total normalidade.

A nave tem previsto aterrar no asteroide Ryugu (originalmente designado 1999JU3) entre junho e julho de 2018 e regressar a Terra com amostras obtidas do mesmo em 2020.

O 1999JU3 é um asteroide com cerca de 900 metros de largura descoberto em 1999 pelo programa de investigação norte-americano LINEAR e faz parte dos chamados asteroides Apolo, um dos três grupos que estão mais perto da Terra.

Os cientistas da JAXA consideram que Ryugu contém água e matéria orgânica e esperam que as amostras possam servir para decifrar algumas informações sobre a origem da vida na Terra.

Esta é a segunda sonda do programa Hayabusa, o primeiro que conseguiu trazer de volta a Terra amostras de um asteroide.

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.