sicnot

Perfil

Mundo

União Europeia abre novo capítulo do processo de adesão da Turquia

A União Europeia abriu hoje um novo capítulo das negociações do processo de adesão da Turquia, anunciou, em conferência de imprensa, Jean Asselborn, ministro dos Negócios do Luxemburgo, o país que atualmente preside à UE.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Murad Sezer / Reuters

O "capítulo 17", referente à política económica e monetária, foi aberto depois de um interregno de dois anos nas negociações de adesão da Turquia e avança após a reunião interministerial de hoje, em Bruxelas, dos chefes da diplomacia comunitária e duas semanas depois de uma cimeira informal entre a UE e a Turquia sobre migrações.

O governante luxemburguês precisou que o capítulo 17 trata, por exemplo, das regras de independência dos bancos centrais dos Estados membros e vigilância orçamental.

Jean Asselborn sublinhou que não se trata de "abrir as portas à Turquia para o euro", explicando que todos os candidatos "têm que aplicar reformas e regras" para integrarem a União Europeia.

O processo de adesão turco tem agora 15 capítulos abertos de um total de 35, precisou o ministro, lembrando que o início das negociações começou há 10 anos.

Aos jornalistas o luxemburguês reafirmou a necessidade da Turquia como "parceiro estratégico em várias áreas internacionais como migração, combate ao terrorismo, clima, energia e comércio".

O comissário da Política Europeia de Vizinhança e Negociações de Alargamento, Johannes Hahn, afirmou ser este um sinal de que o processo está a avançar e destacou o esforço da Turquia em termos económicos, como a diminuição da sua dívida de 70 para 30% do PIB.

Por seu lado, o chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu, sublinhou que a abertura de "um ou mais capítulos não devem esperar mais dois anos", não deixando de saudar este "reenergizar" da cooperação entre as duas partes.

O ministro turco responsável pelos Assuntos Europeus, Volkan Bozkir, destacou a vontade da Turquia integrar o espaço comunitário em pleno, "com todos os direitos e obrigações".

"Não foi a abertura apenas de um capítulo, mas de uma nova fase para a adesão", resumiu o governante, assumindo que a cimeira do final de novembro sobre migrações foi um "novo começo" das relações, que incluem aceleração para facilitar vistos, colaboração na crise dos refugiados e combate ao terrorismo.

Integrando também o vice-primeiro-ministro Mehmet Simsek, a delegação da Turquia participou num almoço informal com os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 28. Na ocasião, esteve o ministro português Augusto Santos Silva.

O processo de adesão da Turquia encontrou várias resistências como do Chipre, ilha dividida em que a parte norte é controlada pela Turquia.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.