sicnot

Perfil

Mundo

Ameaça em Los Angeles fecha todas as escolas públicas

Todas as escolas públicas de Los Angeles, nos Estados Unidos, estão fechadas devido a uma ameaça considerada credível pelas autoridades. A ameaça, por e-mail, terá sido feita a partir de um computador na Alemanha.

© Jonathan Alcorn / Reuters

É a primeira vez em mais de uma década que é tomada uma decisão destas. São 1200 escolas que estão fechadas e 640 mil alunos estão sem aulas desde manhã, altura em que os pais começaram a receber mensagens com a indicação para permanecerem em casa.

A denúncia foi feita por e-mail e levou a administração escolar a encerrar todos os estabelecimentos. Em conferência de imprensa, a policia garantiu que a situação vai manter-se. As autoridades estarão a preparar buscas em todas as escolas.

De acordo um porta-voz do agrupamento escolar, a ameaça veio de um endereço de internet localizado na cidade alemã de Frankfurt.

Entretanto a NBC adianta que a polícia de Nova Iorque recebeu uma ameaça semelhante que não foi tida em conta.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.