sicnot

Perfil

Mundo

Donald Trump seria o presidente "mais saudável da história" dos EUA, diz médico

O multimilionário Donald Trump seria, se fosse eleito no imediato, "o indivíduo mais saudável alguma vez eleito para a Presidência" dos Estados Unidos, disse na segunda-feira o seu médico pessoal.

© Mary Schwalm / Reuters

Nos Estados Unidos é habitual que os candidatos publiquem informação sobre o seu estado de saúde antes das eleições e, depois de a ex-secretária de Estado Hillary Clinton e do ex-governador da Florida Jeb Bush, foi a vez de Trump fazê-lo.

"Não tem problemas médicos graves. A sua tensão arterial está incrivelmente excelente. Se for eleito, o senhor Trump, posso dizer sem margem de erro, será o indivíduo mais saudável alguma vez eleito para a Presidência", disse em comunicado o médico Harold Bornstein.

Bornstein, que é especialista em gastroenterologia e trabalha no hospital Lenox Hill, é o médico pessoal de Trump em Nova Iorque há 35 anos, depois de ter sucedido ao seu pai, Jacob.

De acordo com o médico, a tensão arterial do magnata é de 110/65, uma média melhor do que o habitual, que para uma pessoa saudável se situa em 120/80.

Aos 69 anos, Trump apenas foi operado uma vez, aos 10 anos, ao apêndice.

No mesmo comunicado, o aspirante a candidato atribuiu a sua boa saúde aos "bons genes" dos seis pais, que "viveram longas vidas e produtivas".

Em caso de eleição, Trump tomaria posse em janeiro de 2017, já com 70 anos, o que o tornaria o presidente eleito mais velho da história dos Estados Unidos, superando Ronald Reagan (1981-1989), que tomou posse aos 69 anos.

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15