sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 17 corpos encontrados numa ravina no México

As autoridades mexicanas encontraram pelo menos 17 corpos numa ravina, no violento Estado de Guerrero, revelou hoje um funcionário do gabinete do procurador-geral.

Foram encontrados "nove corpos completos e oito meio-carbonizados", revelou a mesma fonte, a coberto do anonimato, acrescentando que os cadáveres foram descobertos entre os dias 08 e 11 de dezembro na aldeia de Chichihualco.

Desconhece-se a identidade, a idade ou o sexo das vítimas e as autoridades ainda não conseguiram determinar quando morreram.

O Estado mexicano de Guerrero tem sofrido anos de violência devido aos cartéis da droga, com gangues a cultivarem papoilas de ópio em montanhas remotas e batalhas pelo controlo das rotas de tráfico de heroína.

Um pouco por toda a região, são frequentemente encontradas sepulturas clandestinas contendo um ou vários corpos.

Em Guerrero, 43 professores estagiários foram sequestrados pela polícia corrupta na cidade de Iguala em setembro de 2014 e, de acordo com os promotores, entregues a um gangue que os matou, incinerando depois os corpos.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49