sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 17 corpos encontrados numa ravina no México

As autoridades mexicanas encontraram pelo menos 17 corpos numa ravina, no violento Estado de Guerrero, revelou hoje um funcionário do gabinete do procurador-geral.

Foram encontrados "nove corpos completos e oito meio-carbonizados", revelou a mesma fonte, a coberto do anonimato, acrescentando que os cadáveres foram descobertos entre os dias 08 e 11 de dezembro na aldeia de Chichihualco.

Desconhece-se a identidade, a idade ou o sexo das vítimas e as autoridades ainda não conseguiram determinar quando morreram.

O Estado mexicano de Guerrero tem sofrido anos de violência devido aos cartéis da droga, com gangues a cultivarem papoilas de ópio em montanhas remotas e batalhas pelo controlo das rotas de tráfico de heroína.

Um pouco por toda a região, são frequentemente encontradas sepulturas clandestinas contendo um ou vários corpos.

Em Guerrero, 43 professores estagiários foram sequestrados pela polícia corrupta na cidade de Iguala em setembro de 2014 e, de acordo com os promotores, entregues a um gangue que os matou, incinerando depois os corpos.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.