sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro israelita manda blindar paragens de autocarro em Jerusalém

O primeiro-ministro israelita ordenou hoje que 300 paragens de autocarro sejam blindadas em Jerusalém, na sequência do ataque de segunda-feira contra um grupo de israelitas que esperava pelo transporte público.

reuters

Benjamin Netanyahu tomou esta decisão numa reunião com o presidente da câmara de Jerusalém, Nir Barkat, e os ministros dos Transportes, Israel Katz, e da Segurança Pública, Gilad Erdan.

Medidas idênticas foram já tomadas na rede de elétricos, com a colocação de blocos de betão junto às paragens para proteger os passageiros que esperam, de acordo com o diário Yediot Aharonot.

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas na segunda-feira, em Jerusalém, quando um palestiniano lançou o seu veículo contra uma paragem de autocarro, antes de ser morto pela polícia.

Depois do ataque, Netanyahu pediu aos três responsáveis um novo plano de proteção dos transportes públicos. Na semana passada, o governo israelita restabeleceu o destacamento de unidades de segurança especial para autocarros, como tinha feito durante a segunda 'Intifada', entre 2000 e 2005.

Na atual onda de violência, que começou no início de outubro, já morreram 122 palestinianos, mais de metade dos quais atacantes ou possíveis atacantes, e os restantes em manifestações contra o exército e polícia israelitas.

Neste período, os palestinianos realizaram 91 esfaqueamentos, 34 ataques com armas de fogo e 17 atropelamentos intencionais, de acordo com dados do ministério dos Negócios Estrangeiros.

Dezanove israelitas, um norte-americano e um eritreu morreram nos ataques, e 229 pessoas ficaram feridas, incluindo 23 feridos graves.

  • A nova intifada entre Israel e Palestina
    7:44

    Mundo

    Em Israel, este domingo ficou marcado por mais um ataque palestiniano em Jerusalém. Três pessoas ficaram feridas e o atacante foi abatido pela polícia. Esta nova escalada do conflito, que rebentou há cerca de dois meses e ganhou nome da "intifada das facas",.já fez dezenas de mortos, a larga maioria do lado palestiniano. A reportagem é do correspondente da SIC no Médio Oriente, Henrique Cymerman. Algumas imagens podem chocar.

  • Derrocada em São Pedro de Moel coloca habitações em risco
    2:13