sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro israelita manda blindar paragens de autocarro em Jerusalém

O primeiro-ministro israelita ordenou hoje que 300 paragens de autocarro sejam blindadas em Jerusalém, na sequência do ataque de segunda-feira contra um grupo de israelitas que esperava pelo transporte público.

reuters

Benjamin Netanyahu tomou esta decisão numa reunião com o presidente da câmara de Jerusalém, Nir Barkat, e os ministros dos Transportes, Israel Katz, e da Segurança Pública, Gilad Erdan.

Medidas idênticas foram já tomadas na rede de elétricos, com a colocação de blocos de betão junto às paragens para proteger os passageiros que esperam, de acordo com o diário Yediot Aharonot.

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas na segunda-feira, em Jerusalém, quando um palestiniano lançou o seu veículo contra uma paragem de autocarro, antes de ser morto pela polícia.

Depois do ataque, Netanyahu pediu aos três responsáveis um novo plano de proteção dos transportes públicos. Na semana passada, o governo israelita restabeleceu o destacamento de unidades de segurança especial para autocarros, como tinha feito durante a segunda 'Intifada', entre 2000 e 2005.

Na atual onda de violência, que começou no início de outubro, já morreram 122 palestinianos, mais de metade dos quais atacantes ou possíveis atacantes, e os restantes em manifestações contra o exército e polícia israelitas.

Neste período, os palestinianos realizaram 91 esfaqueamentos, 34 ataques com armas de fogo e 17 atropelamentos intencionais, de acordo com dados do ministério dos Negócios Estrangeiros.

Dezanove israelitas, um norte-americano e um eritreu morreram nos ataques, e 229 pessoas ficaram feridas, incluindo 23 feridos graves.

  • A nova intifada entre Israel e Palestina
    7:44

    Mundo

    Em Israel, este domingo ficou marcado por mais um ataque palestiniano em Jerusalém. Três pessoas ficaram feridas e o atacante foi abatido pela polícia. Esta nova escalada do conflito, que rebentou há cerca de dois meses e ganhou nome da "intifada das facas",.já fez dezenas de mortos, a larga maioria do lado palestiniano. A reportagem é do correspondente da SIC no Médio Oriente, Henrique Cymerman. Algumas imagens podem chocar.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Casos de cancro nos pulmões diminuem
    3:08

    País

    O mapa do cancro em Portugal está a mudar, pela primeira vez os casos de cancro do cólon ultrapassaram os do pulmão. A proibição de fumar em locais públicos tem levado à diminuição dos casos de tumores pulmonares.

  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28