sicnot

Perfil

Mundo

Putin recebe Kerry em Moscovo para encontrar soluções para conflito civil

O Presidente russo, Vladimir Putin, recebeu hoje em Moscovo o chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, para debater os esforços conjuntos para travar a guerra civil que afeta a Síria desde 2011.

reuters

"Juntos, vamos procurar soluções para as crises mais graves", nomeadamente na Síria, afirmou o chefe de Estado russo no início do encontro com o secretário de Estado norte-americano no Kremlin (sede da Presidência russa), acrescentando que estava ansioso para discutir com Kerry "um amplo conjunto de questões".

Antes da reunião com Putin, o responsável norte-americano encontrou-se com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov.

"Acredito que o mundo pode beneficiar de uma situação em que nações fortes com uma longa história comum têm a capacidade de encontrar um espaço de entendimento. Espero que hoje sejamos capazes de encontrar um espaço de entendimento", declarou Kerry, esperando "progressos" no dossiê da crise síria durante as conversações com Lavrov.

Estes encontros na capital russa antecedem um encontro internacional sobre a Síria que deverá acontecer na sexta-feira em Nova Iorque, sob os auspícios das Nações Unidas.

Washington espera que Moscovo consiga levar o seu aliado tradicional, o Presidente sírio Bashar al-Assad, à mesa das negociações com a oposição síria, de forma a acabar com o conflito, que já provocou mais de 250 mil mortos e milhões de deslocados desde março de 2011.

Elogiando o papel que Moscovo desempenhou nas negociações sobre o controverso programa nuclear iraniano, John Kerry destacou que os dois países mostraram ser "capazes de trabalhar de forma eficiente sobre problemas específicos".

Por sua vez, Lavrov afirmou esperar um diálogo "construtivo".

Nesta visita à capital russa, o secretário de Estado norte-americano também teve a oportunidade de se encontrar com a reconhecida ativista dos direitos humanos, Lioudmila Alexeieva, de 88 anos.

Segundo a antiga dissidente soviética, Kerry colocou questões sobre a situação das organizações não-governamentais e da sociedade civil na Rússia.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.