sicnot

Perfil

Mundo

Ataques de forças russas na Síria provocam a morte a 320 "terroristas"

O exército sírio afirmou hoje que a força aérea russa matou nas últimas 24 horas cerca de 320 "terroristas" e destruiu 109 camiões cisterna de petróleo, propriedade do grupo extremista Estado Islâmico.

Sukhoi Su-24

Sukhoi Su-24

© Shamil Zhumatov / Reuters

Fontes militares sírias, citadas pela agência noticiosa Sana, afirmaram que a força aérea russa, em colaboração com a síria, realizou 59 ataques contra 212 objetivos "terroristas" em províncias do norte e centro do país.

Durante aquela operação, foram mortos 320 membros de grupos armados e destruídos 34 veículos para transporte de combatentes e outros 15 preparados com armas automáticas.

Os ataques também destruíram 94 camiões cisterna para transporte de petróleo do grupo extremista Estado Islâmico.

A Rússia, aliada do Governo de Damasco, realiza desde finais de setembro bombardeamentos em território sírio.

Lusa

  • 81 deslocados devido ao fogo em Mação
    2:46
  • Alcongosta ficou sem água, luz e telecomunicações
    2:28

    País

    O incêndio na Serra da Gardunha está dominado, mas as aldeias que estiveram rodeadas pelo fogo ainda não regressaram à normalidade. Falta água, luz e telecomunicações no sopé de uma mancha enorme de terra queimada. O fogo destruiu ainda uma floresta na Serra da Gardunha e um antigo colégio.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04
  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.