sicnot

Perfil

Mundo

Polícia espanhola detém jovem que agrediu Mariano Rajoy

A polícia nacional espanhola deteve o jovem que esta tarde agrediu o primeiro-ministro e candidato do Partido Popular (PP, no poder), Mariano Rajoy, no decurso de um passeio em Pontevedra.

© Miguel Vidal / Reuters

O rapaz foi imobilizado pelos serviços de segurança que acompanhavam o líder do PP durante o passeio, apesar de ter ainda golpeado um dos seus elementos. De seguida, foi entregue à polícia e detido.

Durante o passeio, e quando a comitiva percorria as imediações da igreja La Peregrina, o jovem aproximou-se de Rajoy com o pretexto de tirar uma 'selfie' com ele, e atingiu-o com um golpe na cara, fazendo cair os seus óculos.

A ministra do Desenvolvimento, Ana Pastor, interveio no incidente e de seguida convidou a comitiva a prosseguir com o passeio, que Rajoy completou mas sem óculos.

Na sua conta na rede social Twitter escreveu no entanto: "Não tenho palavras para exprimir a minha indignação pela agressão de que fui vítima esta tarde pelas ruas de Pontevedra".

À saída da cidade galega, o líder do PP foi aplaudido por populares, e também contemplado com gritos de "presidente", numa referência às suas funções de primeiro-ministro cessante, antes de se dirigir para a Corunha, onde vai participar num comício.

No próximo domingo decorrem eleições legislativas em Espanha com o PP a liderar as últimas sondagens, mas longe da maioria absoluta.

Lusa

  • País

    Caiu um helicóptero que estava a operar no combate aos incêndios em Cabril, no concelho de Castro Daire. As autoridades ainda não terão conseguido chegar ao local da queda. O piloto era o único ocupante do aparelho, que se incendiou logo após a queda.

    Em atualização

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.

  • Um encontro português (e inesperado) em alto mar
    2:38