sicnot

Perfil

Mundo

Stephen Hawking cria prémio de divulgação científica

O célebre astrofísico britânico Stephen Hawking apresentou hoje em Londres uma medalha que vai ter o seu nome e recompensar os que divulgarem as ciências na escrita, filme ou obras de arte.

reuters

"Estou contente por estar aqui hoje para anunciar uma recompensa e não para receber uma", ironizou o cientista, que se exprime através de um computador, devido a uma doença, durante uma conferência na Royal Society em Londres.

"Esta medalha vai recompensar a excelência da comunicação científica através de diferentes meios, seja a escrita, a rádio, a música, o cinema ou as belas artes", especificou.

"Em todo o mundo, as pessoas têm um apetite incrível pela ciência (...), querem compreender", assegurou Hawking, autor do 'best-seller' "Uma Breve História do Tempo".

A partir do próximo verão, três medalhas vão ser atribuídas em cada ano em outras tantas categorias (científica, artística e cinematográfica) durante o Festival Starmus, cuja edição de 2016, a terceira, se vai realizar de 27 de junho a 02 de julho, em Tenerife, nas Canárias.

"É importante reconhecer o enorme trabalho realizado pelas pessoas que procuram divulgar a ciência ao grande público", estimou o astrofísico Garik Israelian, fundador do Starmus, evento que mistura astronomia e música.

Apoiante do festival desde a primeira hora, o guitarrista do lendário grupo de rock Queen, Brian May, também esteve presente na conferência de imprensa de hoje e lembrou como, desde a sua infância, era um apaixonado pela ciência e pela música, mas que os professores lhe tinham aconselhado não seguir as duas vias ao mesmo tempo.

"Regressei à astronomia há oito anos, para acabar o meu doutoramento. Num sentido, os meus dois sonhos tornaram-se realidade, apesar do que me disseram", afirmou May.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.