sicnot

Perfil

Mundo

Trump descarta candidatura independente à Casa Branca

O magnata nova-iorquino e aspirante a candidato republicano à Presidência dos EUA Donald Trump descartou hoje apresentar-se como independente nas eleições de 2016 se não for nomeado pelo Partido Republicano.

Reuters

"Vou ser um republicano, não vou criar um terceiro partido. Não importa o que aconteça", disse o magnata que na semana passada tinha voltado a deixar no ar a possibilidade de se apresentar como independente na corrida presidencial de 2016 se não receber um "tratamento justo" parte dos dirigentes conservadores.

"Tenho um compromisso total com o Partido Republicano. Honra-me estar a liderá-lo. Creio que o farei muito bem se for eleito e farei tudo o que estiver ao meu alcance para vencer Hillary Clinton [a favorita para a nomeação do Partido Democrata]", afirmou Trump, ao ser questionado sobre o assunto durante o debate desta noite entre os pré-candidatos republicanos às eleições de 2016.

Esta foi a primeira vez em que o magnata descartou totalmente essa possibilidade, o que desencadeou aplausos por parte do plateia e também do jornalista que colocou a questão, Hugh Hewitt.

Os moderadores da CNN também lançaram a mesma questão ao neurocirurgião na reforma Ben Carson, que também tinha ameaçado abandonar o Partido Republicano, na sequência da publicação de uma informação segundo a qual o aparelho do partido pretendia encontrar um candidato de consenso, independentemente das primárias.

"O comentário que fiz na semana passada de que iria deixar o partido estava subordinado à ideia de o partido agir como o fez no passado, com muitos subterfúgios e pouca honestidade", disse Carson, que explicou que o presidente do Comité Nacional Republicano, Reince Priebus, assegurou que a informação publicada não era correta.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.