sicnot

Perfil

Mundo

Trump descarta candidatura independente à Casa Branca

O magnata nova-iorquino e aspirante a candidato republicano à Presidência dos EUA Donald Trump descartou hoje apresentar-se como independente nas eleições de 2016 se não for nomeado pelo Partido Republicano.

Reuters

"Vou ser um republicano, não vou criar um terceiro partido. Não importa o que aconteça", disse o magnata que na semana passada tinha voltado a deixar no ar a possibilidade de se apresentar como independente na corrida presidencial de 2016 se não receber um "tratamento justo" parte dos dirigentes conservadores.

"Tenho um compromisso total com o Partido Republicano. Honra-me estar a liderá-lo. Creio que o farei muito bem se for eleito e farei tudo o que estiver ao meu alcance para vencer Hillary Clinton [a favorita para a nomeação do Partido Democrata]", afirmou Trump, ao ser questionado sobre o assunto durante o debate desta noite entre os pré-candidatos republicanos às eleições de 2016.

Esta foi a primeira vez em que o magnata descartou totalmente essa possibilidade, o que desencadeou aplausos por parte do plateia e também do jornalista que colocou a questão, Hugh Hewitt.

Os moderadores da CNN também lançaram a mesma questão ao neurocirurgião na reforma Ben Carson, que também tinha ameaçado abandonar o Partido Republicano, na sequência da publicação de uma informação segundo a qual o aparelho do partido pretendia encontrar um candidato de consenso, independentemente das primárias.

"O comentário que fiz na semana passada de que iria deixar o partido estava subordinado à ideia de o partido agir como o fez no passado, com muitos subterfúgios e pouca honestidade", disse Carson, que explicou que o presidente do Comité Nacional Republicano, Reince Priebus, assegurou que a informação publicada não era correta.

  • Tragédia de Pedrógão Grande, seis meses depois

    País

    O incêndio que deflagrou há seis meses no concelho de Pedrógão Grande e que alastrou a concelhos vizinhos fez 66 mortos e 253 feridos, sete dos quais graves, destruiu meio milhar de casas e quase 50 empresas. Quarenta e sete das vítimas mortais seguiam em viaturas, no dia 17 de junho, e ficaram cercadas pelas chamas na EN (estrada nacional) 236-1, entre Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos ou em acessos a esta via.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC