sicnot

Perfil

Mundo

Arranca julgamento da ação que questiona destituição de Dilma Rousseff

A Justiça brasileira começou esta quarta-feira a julgar a ação que contesta a destituição da Presidente Dilma Rousseff.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Ueslei Marcelino / Reuters

Um dos ministros do Supremo Tribunal Federal defendeu que o Senado é obrigado a aceitar a impugnação, caso dois terços da Câmara dos Deputados autorizem a abertura do processo. Caso seja esta a decisão do Supremo, a Presidente é então afastada do cargo até que o Senado decida se Dilma deve ou não ser condenada.

Se for, assume a vice-presidência; se não for, mantém-se no cargo até terminar o mandato.

Dilma Rousseff é acusada de ter usado empréstimos de bancos públicos e de ter autorizado gastos desnecessários.

O Procurador-Geral da República pediu entretanto o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara dos Deputados. Cunha foi quem acolheu o pedido de impugnação contra Rousseff e é suspeito de ter recebido subornos em contratos da Petrobras e de ter enviado o dinheiro para a Suíça.

  • Trabalharia horas extra sem ser pago? E feriados?  
    1:25
  • UE dá "luz verde" para início das negociações do Brexit

    Brexit

    Os 27 Estados-membros da União Europeia aprovaram esta segunda-feira a autorização para o início das negociações do Brexit, indicando formalmente o final de junho para início do processo de saída do Reino Unido, que se prolongará por dois anos.

  • Regras secretas do Facebook permitem divulgação de imagens violentas

    Mundo

    A política interna da empresa Facebook defende que nem todos os vídeos violentos publicados na rede social devem ser apagados porque "não quer censurar ou punir pessoas em perigo". A revelação é feita pelo jornal britânico The Guardian após uma investigação em que conseguiu ter acesso ao manual interno.