sicnot

Perfil

Mundo

Arranca julgamento da ação que questiona destituição de Dilma Rousseff

A Justiça brasileira começou esta quarta-feira a julgar a ação que contesta a destituição da Presidente Dilma Rousseff.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Ueslei Marcelino / Reuters

Um dos ministros do Supremo Tribunal Federal defendeu que o Senado é obrigado a aceitar a impugnação, caso dois terços da Câmara dos Deputados autorizem a abertura do processo. Caso seja esta a decisão do Supremo, a Presidente é então afastada do cargo até que o Senado decida se Dilma deve ou não ser condenada.

Se for, assume a vice-presidência; se não for, mantém-se no cargo até terminar o mandato.

Dilma Rousseff é acusada de ter usado empréstimos de bancos públicos e de ter autorizado gastos desnecessários.

O Procurador-Geral da República pediu entretanto o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara dos Deputados. Cunha foi quem acolheu o pedido de impugnação contra Rousseff e é suspeito de ter recebido subornos em contratos da Petrobras e de ter enviado o dinheiro para a Suíça.

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • Estarão os portugueses a consumir vitamina D em excesso? 
    6:44
  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.