sicnot

Perfil

Mundo

Arranca julgamento da ação que questiona destituição de Dilma Rousseff

A Justiça brasileira começou esta quarta-feira a julgar a ação que contesta a destituição da Presidente Dilma Rousseff.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Ueslei Marcelino / Reuters

Um dos ministros do Supremo Tribunal Federal defendeu que o Senado é obrigado a aceitar a impugnação, caso dois terços da Câmara dos Deputados autorizem a abertura do processo. Caso seja esta a decisão do Supremo, a Presidente é então afastada do cargo até que o Senado decida se Dilma deve ou não ser condenada.

Se for, assume a vice-presidência; se não for, mantém-se no cargo até terminar o mandato.

Dilma Rousseff é acusada de ter usado empréstimos de bancos públicos e de ter autorizado gastos desnecessários.

O Procurador-Geral da República pediu entretanto o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara dos Deputados. Cunha foi quem acolheu o pedido de impugnação contra Rousseff e é suspeito de ter recebido subornos em contratos da Petrobras e de ter enviado o dinheiro para a Suíça.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51