sicnot

Perfil

Mundo

Quase 40 detidos em operação anti-máfia em Itália

A polícia italiana deteve esta quarta-feira 38 pessoas numa grande operação anti-máfia. Os grupos de Porta-nueva e Bagheria estão acusados de extorsão, tráfico de droga, posse ilegal de armas e manipulação de apostas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stefano Rellandini / Reuters

As autoridades italianas detiveram ainda a mulher de um dos líderes - Teresa Marino, de 38 anos e mãe de cinco filhos, geria os negócios do grupo a partir das indicações dadas pelo marido, preso desde o ano passado.

A mulher deu ainda instruções a outras mulheres detidas sobre como se comportarem em tribunal e proibiu que chorassem.

Nas buscas foram apreendidos 10 quilos de cocaína e um livro com a contabilidade organizada do grupo.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.