sicnot

Perfil

Mundo

Papa aprova canonização de madre Teresa de Calcutá

O papa Francisco assinou na quinta-feira o decreto que autoriza a canonização da madre Teresa de Calcutá, que vai subir aos altares como santa em setembro, informou o diário católico Avvenire.

O jornal informou que a canonização da beata Teresa de Calcutá será pública em fevereiro, durante o Consistório ordinário, e que será feita santa a 04 de setembro de 2016, no âmbito do Ano Santo Extraordinário da Misericórdia.

A sua canonização acontece depois de a Igreja Católica ter aprovado por unanimidade a "cura extraordinária" de um homem brasileiro em 2008, que se encontrava em fase terminal por graves problemas cerebrais.

O alegado milagre ocorreu em dezembro daquele ano, quando o doente, em coma, ia ser operado, mas devido a problemas técnicos a intervenção cirúrgica teve de ser adiada por meia hora.

Ao voltar à sala de operações, segundo o jornal Avvenire, o médico encontrou o doente sentado, desperto, perfeitamente consciente e a perguntar o que fazia ali.

O médico explicou durante a fase de estudo deste suposto milagre que "nunca viu um caso como este" e que todos os doentes com os mesmos problemas que já tinha tratado em 17 anos de profissão tinham morrido.

As análises sucessivas ao doente revelaram a cura da patologia cerebral num curto espaço de tempo e sem sequelas, pelo que o homem pôde retomar a sua vida e trabalho.

As provas testemunhais durante o processo de estudo do caso referem que as pessoas próximas do doente rezaram muito a Madre Teresa, de quem a respetiva esposa era especialmente devota.

Entretanto, a Ordem das Missionárias da Caridade celebrou hoje, a partir da cidade indiana de Calcutá, o anúncio de que a sua fundadora vai subir aos altares como santa no próximo mês de setembro.

"Estamos muito felizes e agradecidas. Soubemos da notícia esta manhã", disse à Efe a porta-voz da congregação em Calcutá, a irmã Christie.

Inés Gonxha Bojaxhiu, nome de Madre Teresa, nasceu a 26 de agosto de 1910 em Skopje, capital da atual república da Macedónia, no seio da comunidade albanesa, e foi beatificada em 2003 depois de o Vaticano ter reconhecido como um milagre a cura de um tumor no abdómen de uma mulher indiana depois de colocar um medalhão com uma foto da freira.

Durante meio século levou a cabo um trabalho social em Calcutá com as Missionárias da Caridade, a congregação que fundou depois de uma experiência mística e, em 1979, foi distinguida com o Nobel da Paz.

As Missionárias da Paz contam hoje com cerca de 4.500 religiosas que trabalham em mais de 130 países, onde têm 710 casas para assistir os mais pobres e doentes.

Madre Teresa de Calcutá morreu a 05 de setembro de 1997 aos 87 anos na sede das Missionárias da Caridade, onde morava.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.