sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 80 rebeldes e combatentes leais ao Governo mortos em confrontos no Iémen

Mais de 80 milicianos rebeldes e combatentes das forças leais ao Presidente do Iémen, Abd Rabbo Mansur Hadi, foram mortos nos últimos três dias em combates nos arredores de Al-Tawal, entre o Iémen e a Arábia Saudita.

Fontes militares disseram à agência de notícias espanhola EFE que pelo menos 50 mortos pertencem às milícias 'hutis', enquanto os outros 30 são combatentes leais de Hadi.

O Iémen é palco de combates entre as forças lealistas apoiadas por uma coligação militar árabe e os rebeldes xiitas 'hutis' que se apoderaram de vastas regiões.

Esses confrontos ocorreram em paralelo com as negociações realizadas na Suíça, com representantes de ambas as fações, para tentar encontrar uma solução para o conflito, que já causou uma pobreza generalizada no país.

As fontes militares acrescentaram que nos confrontos, que estão a ocorrer na província fronteiriça de Hiya, no extremo norte do Iémen, dezenas de homens armados ficaram feridos.

Testemunhas indicaram que as tropas do Governo são apoiadas pela aviação da coligação árabe, liderada pela Arábia Saudita, que defende a legitimidade do Presidente Hadi e lançou dezenas de ataques sobre as posições 'hutis' na área.

Com esta ofensiva, as forças leais a Hadi pretendem ganhar o controlo de toda a costa do Iémen, a partir do sul, do porto Áden, até ao porto de Midi, perto da fronteira com a Arábia Saudita, localizado no norte do país.

Segundo a ONU, o conflito já causou mais de 5.700 mortos, perto de metade dos quais civis, desde o início no final de março da intervenção da coligação árabe, conduzida pela Arábia Saudita, vizinha do Iémen.

Lusa

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58