sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades investigam eventual origem criminosa dos cem incêndios nas Astúrias

A Guarda Civil e o Governo do Principado das Astúrias estão a investigar quais dos cem incêndios registados no sábado nas Astúrias poderão ter tido origem criminosa, informaram fontes do Instituto Armado e do 112 espanhóis.

JOSE LUIS CEREIJIDO/ EPA

Fontes da Guarda Civil referiram que "alguns" destes cem incêndios poderão ter tido origem criminosa, mas sublinharam que só a investigação poderá determinar a quantidade precisa.

O conselheiro da presidência do principado e porta-voz do Governo, Guillermo Martinez, afirmou no sábado que ocorreram "vários fatores muito desfavoráveis" para a propagação de incêndios, mas também sublinhou que "tudo parece indicar" que alguns dos mesmos parecem ter sido provocados.

A investigação centra-se na averiguação das causas que explicam que se tenha passado de 18 focos de incêndio ativos na manhã de sábado para um total de cem ao fim do dia na região.

Os fortes ventos, as altas temperaturas e a ausência de chuva favoreceram a propagação dos incêndios.

A menos de uma semana do início do inverno, o norte de Espanha, nomeadamente as regiões da Galiza, Astúrias e País Basco, está a ser consumido por dezenas de incêndios florestais, quase uma centena só na região das Astúrias, de acordo com a Efe, Agência de Notícias de Espanha.

Lusa

  • "Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado"
    1:56
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.