sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades investigam eventual origem criminosa dos cem incêndios nas Astúrias

A Guarda Civil e o Governo do Principado das Astúrias estão a investigar quais dos cem incêndios registados no sábado nas Astúrias poderão ter tido origem criminosa, informaram fontes do Instituto Armado e do 112 espanhóis.

JOSE LUIS CEREIJIDO/ EPA

Fontes da Guarda Civil referiram que "alguns" destes cem incêndios poderão ter tido origem criminosa, mas sublinharam que só a investigação poderá determinar a quantidade precisa.

O conselheiro da presidência do principado e porta-voz do Governo, Guillermo Martinez, afirmou no sábado que ocorreram "vários fatores muito desfavoráveis" para a propagação de incêndios, mas também sublinhou que "tudo parece indicar" que alguns dos mesmos parecem ter sido provocados.

A investigação centra-se na averiguação das causas que explicam que se tenha passado de 18 focos de incêndio ativos na manhã de sábado para um total de cem ao fim do dia na região.

Os fortes ventos, as altas temperaturas e a ausência de chuva favoreceram a propagação dos incêndios.

A menos de uma semana do início do inverno, o norte de Espanha, nomeadamente as regiões da Galiza, Astúrias e País Basco, está a ser consumido por dezenas de incêndios florestais, quase uma centena só na região das Astúrias, de acordo com a Efe, Agência de Notícias de Espanha.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.