sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades investigam eventual origem criminosa dos cem incêndios nas Astúrias

A Guarda Civil e o Governo do Principado das Astúrias estão a investigar quais dos cem incêndios registados no sábado nas Astúrias poderão ter tido origem criminosa, informaram fontes do Instituto Armado e do 112 espanhóis.

JOSE LUIS CEREIJIDO/ EPA

Fontes da Guarda Civil referiram que "alguns" destes cem incêndios poderão ter tido origem criminosa, mas sublinharam que só a investigação poderá determinar a quantidade precisa.

O conselheiro da presidência do principado e porta-voz do Governo, Guillermo Martinez, afirmou no sábado que ocorreram "vários fatores muito desfavoráveis" para a propagação de incêndios, mas também sublinhou que "tudo parece indicar" que alguns dos mesmos parecem ter sido provocados.

A investigação centra-se na averiguação das causas que explicam que se tenha passado de 18 focos de incêndio ativos na manhã de sábado para um total de cem ao fim do dia na região.

Os fortes ventos, as altas temperaturas e a ausência de chuva favoreceram a propagação dos incêndios.

A menos de uma semana do início do inverno, o norte de Espanha, nomeadamente as regiões da Galiza, Astúrias e País Basco, está a ser consumido por dezenas de incêndios florestais, quase uma centena só na região das Astúrias, de acordo com a Efe, Agência de Notícias de Espanha.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.