sicnot

Perfil

Mundo

Avião da Air France aterra de emergência no Quénia após alerta de bomba

Avião da Air France aterra de emergência no Quénia após alerta de bomba

Um avião da Air France fez uma aterragem de emergência no Quénia devido a uma ameaça de bomba. O aparelho com 459 passageiros e 14 tripulantes que deixou a Ilha Maurícia a noite passada, rumo a Paris, foi forçado a aterrar no em Mobassa, na costa do Quénia, depois de se ter descoberto, numa casa de banho , um pacote suspeito a bordo. Um passageiro deste voo relatou minutos depois o que aconteceu a bordo deste avião da Air France.

De acordo com as autoridades, o avião aterrou sem problemas e os passageiros foram retirados. Especialistas em explosivos da Marinha e do departamento de investigações criminosas da polícia foram chamados, e levaram o dispositivo para desmontá-lo e verificar se contém explosivos.

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.