sicnot

Perfil

Mundo

Israel responde com artilharia ao ataque de rockets pelo Líbano

O exército israelita anunciou hoje que atingiu com artilharia alvos não especificados no sul do Líbano, depois de rockets do país vizinho terem atingido o norte de Israel.

Reuters

Reuters

© Omar Sanadiki / Reuters

"As forças de defesa israelitas ripostaram com tiros de artilharia (...) depois de rockets oriundos do sul do Líbano atingirem em Israel", referiu o exército num comunicado.

A agência oficial libanesa relatou os disparos, a partir de Israel, de nove obuses de artilharia, sobre o sul do Líbano.

Hoje, "dois rockets Katyusha foram disparados de uma cidade do Líbano a cinco quilómetros da fronteira com Israel", disse uma fonte libanesa à agência de notícias AFP. Já o exército israelita informou que foram três 'rockets' que atingiram o país.

O lançamento dos rockets a partir do bastião do grupo rebelde Hezbollah, do sul do Líbano, aconteceu depois da morte de Samir Kantar, um militante do grupo xiita conhecido pelo assassinato de três israelitas.

O Hezbollah disse que Kantar foi morto num ataque aéreo israelita perto da capital da Síria, Damasco, na noite de sábado.

Não houve confirmação de que Israel seja responsável pela morte de Kantar.

Os membros do Hezbollah estão a lutar ao lado das forças do Presidente sírio, Bashar al-Assad, contra insurgentes que tentam derrubá-lo há quase cinco anos.

Lusa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.