sicnot

Perfil

Mundo

França vai investigar património de Jean-Marie e Marine Le Pen

A Alta Autoridade para a Transparência da Vida Pública francesa divulgou hoje que vai investigar o património do líder histórico do partido de extrema-direita Frente Nacional, Jean-Marie Le Pen, e da sua filha e atual presidente do partido, Marine.

© Pascal Rossignol / Reuters

A entidade considera que as declarações de património dos dois representantes do Frente Nacional relativas a 2014 são anormalmente baixas.

A Alta Autoridade para a Transparência da Vida Pública (HATVP, na sigla em francês) foi criada em finais de 2013 para garantir o caráter exemplar dos responsáveis públicos franceses. É apresentada como uma instituição contra a corrupção.

Num comunicado, o organismo referiu que existem sérias dúvidas sobre "a integridade, exatidão e sinceridade das declarações" dos dois políticos, mencionando a desvalorização intencional de "certos ativos imobiliários".

A HATVP transmitiu o processo ao Ministério Público francês, por considerar que os factos e a conduta dos dois eurodeputados poderão "constituir infrações penais".

Segundo a estação de televisão iTélé, os dois políticos podem ter intencionalmente reduzido em dois terços o valor de várias propriedades comuns em Saint-Cloud e Rueil-Malmaison, nos arredores de Paris.

No caso concreto da presidente da Frente Nacional, a redução representaria "várias centenas de milhares de euros", de acordo com o canal de televisão.

Já Jean-Marie Le Pen terá subtraído do seu patrónimo cerca de um milhão de euros, bem como não terá declarado uma conta na Suíça e a posse de barras de ouro.

A apresentação de uma falsa declaração de património à Alta Autoridade para a Transparência da Vida Pública é passível de ser punível com uma coima até 45 mil euros, três anos de prisão e uma proibição de ocupar cargos públicos durante 10 anos.

Lusa

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim