sicnot

Perfil

Mundo

Ravinas de Marte podem ter sido formadas por ação de CO2 gelado

As ravinas da superfície de Marte podem ter-se formado por ação de dióxido de carbono (CO2) congelado e não por fluxos de água líquida, como se pensava anteriormente, revela um estudo publicado hoje na revista Nature.

© NASA NASA / Reuters

Cientistas franceses e americanos têm desafiado a teoria da origem dessas formações geológicas, semelhantes a antigos leitos de rios, a partir de simulações matemáticas sugestivas de que a sublimação sazonal do gelo de CO2 (gelo seco) explica o seu aparecimento.

Marte é atualmente um planeta frio e desértico, onde toda a água está em forma sólida, seja nas calotas polares ou sob a superfície, nas latitudes mais baixas.

As ravinas, formadas há menos de um milhão de anos e que foram mostradas através de imagens da sonda Mars Global Surveyor em finais da década de 90, foram, contudo, interpretadas como prova de que a água em estado líquido podia ter percorrido a superfície de Marte num passado recente, deixando as suas marcas.

Os primeiros modelos teóricos colocavam a hipótese de a água ter brotado do chão, o que se revelou incompatível com ravinas que surgiam a partir de dunas de areia, havendo ainda sugestões de que, há um milhão de anos, quando a posição de Marte era mais oblíqua face ao sol, a neve ou gelo que se formavam na superfície se derretiam posteriormente, originando rios e daí, as ravinas.

Nos últimos anos, sondas que documentaram as mudanças na superfície de Marte, mostraram que as ravinas continuam a avançar, apesar do atual clima ser demasiado frio para a água deslizar sob as encostas, o que levou os cientistas a desenvolver novas hipóteses.

Lusa

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.