sicnot

Perfil

Mundo

Encontrado primeiro cadáver em deslizamento de terras no sul da China

As equipas de resgate chinesas encontraram hoje o primeiro cadáver no parque industrial do sul do país atingido por um deslizamento de terras que enterrou mais de 30 edifícios num mar de lama.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

Trata-se da primeira morte confirmada, enquanto 81 pessoas continuam desaparecidas, na sequência do segundo grande acidente industrial na China no espaço de quatro meses.

O desastre, ocorrido no domingo, terá sido causado pela excessiva acumulação de resíduos de construção e terra.

Testemunhas relatam "ondas gigantes" de uma massa de lama e terra vermelha a deslizar sobre uma zona industrial em Shenzhen, antes de derrubar e cobrir fábricas e prédios.

Um vídeo registado com recurso a um 'drone', e difundido na televisão chinesa, mostra uma corrente de lama entre e sobre prédios, enquanto camiões aparecem tombados nas margens.

O deslizamento cobre uma área de 380.000 metros quadrados - o equivalente a 60 campos de futebol - atingindo 10 metros de profundidade em algumas áreas, revelou um responsável da cidade.

Os resíduos e a terra, acumulados durante obras de construção, terão sido armazenados ilegalmente em pilhas com 100 metros de altura.

A chuva intensa que se abateu sobre a região no domingo de manhã terá transformado os detritos em lama.

Em agosto, duas explosões, num terminal de contentores que armazenava ilegalmente 3.000 toneladas de produtos químicos, na cidade portuária de Tianjin, causaram 173 mortos e 700 feridos.

Vizinha de Hong Kong, Shenzhen é o principal centro da indústria tecnológica da China, com fábricas de montagem que trabalham para numerosas multinacionais do setor.

  • Pelo menos 90 pessoas estão desaparecidas na China devido a desabamento de terras
    1:32

    Mundo

    Pelo menos 90 pessoas estão desaparecidas no sul da China, depois de um deslizamento de terras num parque industrial seguido de explosão de gasoduto. Mais de 900 pessoas foram retiradas de edifícios, sendo que 33 edifícios ficaram soterrados. Três dos quais eram dormitórios de trabalhadores do parque industrial. Mil e 500 pessoas participam nos trabalhos de resgate no sul do país.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41