sicnot

Perfil

Mundo

Encontrado primeiro cadáver em deslizamento de terras no sul da China

As equipas de resgate chinesas encontraram hoje o primeiro cadáver no parque industrial do sul do país atingido por um deslizamento de terras que enterrou mais de 30 edifícios num mar de lama.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

Trata-se da primeira morte confirmada, enquanto 81 pessoas continuam desaparecidas, na sequência do segundo grande acidente industrial na China no espaço de quatro meses.

O desastre, ocorrido no domingo, terá sido causado pela excessiva acumulação de resíduos de construção e terra.

Testemunhas relatam "ondas gigantes" de uma massa de lama e terra vermelha a deslizar sobre uma zona industrial em Shenzhen, antes de derrubar e cobrir fábricas e prédios.

Um vídeo registado com recurso a um 'drone', e difundido na televisão chinesa, mostra uma corrente de lama entre e sobre prédios, enquanto camiões aparecem tombados nas margens.

O deslizamento cobre uma área de 380.000 metros quadrados - o equivalente a 60 campos de futebol - atingindo 10 metros de profundidade em algumas áreas, revelou um responsável da cidade.

Os resíduos e a terra, acumulados durante obras de construção, terão sido armazenados ilegalmente em pilhas com 100 metros de altura.

A chuva intensa que se abateu sobre a região no domingo de manhã terá transformado os detritos em lama.

Em agosto, duas explosões, num terminal de contentores que armazenava ilegalmente 3.000 toneladas de produtos químicos, na cidade portuária de Tianjin, causaram 173 mortos e 700 feridos.

Vizinha de Hong Kong, Shenzhen é o principal centro da indústria tecnológica da China, com fábricas de montagem que trabalham para numerosas multinacionais do setor.

  • Pelo menos 90 pessoas estão desaparecidas na China devido a desabamento de terras
    1:32

    Mundo

    Pelo menos 90 pessoas estão desaparecidas no sul da China, depois de um deslizamento de terras num parque industrial seguido de explosão de gasoduto. Mais de 900 pessoas foram retiradas de edifícios, sendo que 33 edifícios ficaram soterrados. Três dos quais eram dormitórios de trabalhadores do parque industrial. Mil e 500 pessoas participam nos trabalhos de resgate no sul do país.

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.