sicnot

Perfil

Mundo

Tianjin torna-se na segunda cidade chinesa com alerta vermelho por poluição

A cidade de Tianjin, situada a uma hora de Pequim em automóvel, anunciou hoje o seu primeiro alerta vermelho - o mais alto - por poluição do ar, que deve arrancar quando o mesmo alerta cessar na capital chinesa.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

A medida, que começa à meia-noite de hoje (16 horas em Lisboa), e durará 30 horas, inclui a redução ou encerramento na produção das fábricas e estaleiros mais poluentes.

Os infantários e as escolas de ensino básico e médio são também aconselhados a suspender as aulas e as empresas a adotar "um horário de trabalho flexível", enquanto a circulação de automóveis é reduzida para metade.

Na capital chinesa, a densidade das partículas PM 2.5 - as mais finas e suscetíveis de se infiltrarem nos pulmões - aproxima-se esta tarde (horário local) dos 450 microgramas por metro cúbico.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um máximo de 25 microgramas para que o ar seja considerado saudável.

Tianjin é a segunda cidade da China a anunciar o alerta vermelho por poluição, depois de Pequim o ter feito por duas ocasiões este mês, inclusive a que está em vigor desde o sábado passado e cessa à meia-noite de hoje.

Uma vaga de poluição atinge grande parte do norte da China, numa situação "normal" para a época, visto que a ativação do aquecimento central implica o aumento da queima de carvão, a principal fonte de energia no país.

Capital de um município com cerca de 15 milhões de habitantes, Tianjin é a principal cidade portuária do norte da China, e foi, em agosto, palco de um dos maiores acidentes industriais de sempre no país, quando duas explosões num terminal de contentores deixaram 173 mortos.

Lusa

  • População aconselhada a ficar em casa devido à poluição na China
    1:20

    Mundo

    Pela segunda vez em apenas duas semanas, a China lança um alerta vermelho por causa da poluição na capital. A população foi aconselhada a ficar em casa, pelo menos até à próxima terça-feira. Em Xangai, a poluição atingiu esta semana os níveis mais altos desde o início do ano e levou também as autoridades chinesas a impor uma série de restrições.

  • A estreia de Centeno como líder do Eurogrupo
    1:56
  • Puigdemont chegou à Dinamarca e não foi detido

    Mundo

    A Justiça espanhola pediu à Dinamarca para ativar a ordem de detenção europeia contra Carles Puigdemont, que ignorou as ameaças de detenção e decidiu deslocar-se a Copenhaga para participar numa conferência. Entretanto na Catalunha, o presidente do parlamento propôs Puigdemont para voltar a dirigir o Governo Regional.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

    Luís Marques Mendes

  • O caso Assange é "um problema" para o Equador

    Mundo

    O Presidente equatoriano, Lenin Moreno, declarou no domingo que o asilo atribuído ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pela embaixada do Equador em Londres desde 2012 é "um problema herdado" que constitui "mais que um aborrecimento".