sicnot

Perfil

Mundo

Exército da Nigéria mata 300 membros de seita xiita, denuncia a HRW

A organização Human Rights Watch (HRW) denunciou hoje o massacre de cerca de 300 membros do Movimento Islâmico da Nigéria, com atividade no norte do país, mas sem ligação ao grupo radical Boko Haram.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Joe Penney / Reuters

Soldados nigerianos mataram os fiéis xiitas em ataques registados em três pontos da cidade de Zaria, entre 12 e 14 de dezembro, relataram testemunhas e autoridades locais à organização, segundo um comunicado.

Pelo menos 300 xiitas morreram, além de um número indeterminado de feridos, e os soldados queimaram os corpos em valas comuns, sem a autorização das respetivas famílias, escreve a agência Efe.

O Movimento Islâmico da Nigéria é uma seita xiita com ligações estreitas ao Irão e estabelecido em Zaira, no estado nigeriano de Kaduna.

O grupo iniciou a sua atividade no país africano em 1980 e conta com cerca de três milhões de fiéis na Nigéria.

"Não tem ligações ao Boko Haram, um grupo radical que opera também no norte da Nigéria e cujos membros têm atacado xiitas e outros", esclareceu a HRW.

A Nigéria vive sob ameaça do grupo 'jihadista' Boko Haram, que luta por impor um estado islâmico no norte do país, o que desencadeou uma violenta repressão por parte do exército, que cometeu violações contra os direitos humanos, escreve a agência Efe.

Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.