sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco galardoado com prémio Carlos Magno 2016

O prémio Carlos Magno 2016 foi atribuído ao papa Francisco "pelo seu encorajamento e a sua mensagem de esperança pela paz e convivência" na Europa, anunciou a cidade alemã de Aachen.

© Stefano Rellandini / Reuters

O galardão que "recompensa anualmente uma contribuição excecional para a unificação europeia" será entregue ao papa em Roma numa data a anunciar, segundo um comunicado da cidade onde Carlos Magno foi coroado.

"Nestes tempos em que numerosos cidadãos e cidadãs na Europa procuram orientação, o papa Francisco envia uma mensagem de esperança e encorajamento" dado pela "sua confiança nos homens (...) como pessoas dotadas de uma dignidade transcendente", adianta o comunicado.

O papa tornou-se uma "voz da consciência", que recorda a necessidade de dar prioridade às pessoas e que a Europa deve manter o seu compromisso "com a liberdade, a paz, a justiça, a democracia e a solidariedade", indica.

O padre Ciro Benedettini, porta-voz do Vaticano, disse à agência France Presse que o papa tinha aceitado o prémio, sem mais comentários. Francisco não aceita normalmente recompensas.

O prémio Carlos Magno 2015 foi atribuído ao presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz. Entre os distinguidos com o galardão encontram-se o ex-presidente francês François Miterrand e o antigo chanceler alemão Helmut Kohl "ex aequo" (1988), o antigo primeiro-ministro espanhol Felipe González (1993), o ex-presidente norte-americano Bill Clinton (2000) e a chanceler Angela Merkel (2008).

O nome do prémio, atribuído por um comité de responsáveis da cidade, é uma homenagem ao Imperador Carlos Magno (742-814) considerado um pioneiro da unificação da Europa.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.