sicnot

Perfil

Mundo

Síria "preparada" para participar nas negociações de paz em Genebra

A Síria está "preparada para participar" nas discussões para a paz, que deverão decorrer em janeiro sob a égide da ONU em Genebra, com vista a acabar com a guerra civil, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio.

Walid Mualem, ministro dos Negócios Estrangeiros sírio.

Walid Mualem, ministro dos Negócios Estrangeiros sírio.

© Jason Lee / Reuters

"A Síria está preparada para participar no diálogo de Genebra inter-sírio, sem qualquer interferência estrangeira", esperando que isso ajude a formar "um governo de união nacional", afirmou em Pequim Walid Mualem durante uma conferência de imprensa, após um encontro com o seu homólogo chinês, Wang Yi.

Novas negociações de paz para a Síria vão realizar-se em Genebra, provavelmente em finais de janeiro, disse esta semana o diretor-geral da ONU Michael Moller.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou, na sexta-feira, uma resolução para lançar novamente negociações diplomáticas e pôr fim à guerra.

Com o apoio dos Estados Unidos e da Rússia, o plano aprovado pelo Conselho de Segurança da ONU pretende instalar um cessar-fogo na Síria, possivelmente em janeiro.

A guerra civil, que começou na Síria em março de 2011, já causou mais de um quarto de milhão de mortos, obrigou quase metade da população a deslocar-se e destruiu o tecido económico do país.

Desde 2011, qualquer projeto de resolução nessa instância era bloqueado pela Rússia, o principal aliado do regime de Bashar al-Assad.

A primeira tentativa de negociações, com várias rondas celebradas em Genebra no início do ano passado, terminou sem êxito.

Além de promover, como ponto mais urgente, o início de negociações entre delegações do regime e da oposição, política e armada, a resolução aprovada retoma a ideia de criação de um governo de transição. Esta ideia tinha sido definida em meados de 2012, mas nunca foi posta em prática.

O governo de transição deveria entrar em funções no prazo de seis meses e estabeleceria as bases para a realização de eleições nos 18 meses seguintes ao reinício do processo de negociações.

Este processo depara com muitas dificuldades uma vez que a oposição recusa qualquer transição com Al-Assad no poder. Por seu lado, o presidente da Síria recusa qualquer proposta que signifique abandonar o poder.

Lusa

  • Ricardo Salgado constituído arguido no processo EDP

    País

    Ricardo Salgado foi constituído arguido no processo EDP. Uma notícia confirmada pela defesa do antigo banqueiro. A defesa de Ricardo Salgado diz ser falsa e despropositada a tese do Ministério Público e nega que o banqueiro tenha participado num suposto ato de corrupção em benefício do GES e da EDP.

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Passageiros do voo da Southwest Airlines usaram as máscaras de oxigénio ao contrário

    Mundo

    Uma pessoa morreu e sete outras ficaram feridas esta terça-feira depois de um avião da Southwest Airlines ter aterrado de emergência no aeroporto de Filadélfia, nos Estados Unidos. Ao longo da semana várias pessoas ligadas à aviação fizeram comentários sobre a forma como os passageiros utilizaram as máscaras de oxigénio, como é o caso de Bobby Laurie, um ex-comissário de bordo.

    SIC

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Cultura

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16