sicnot

Perfil

Mundo

PSOE só negociará à esquerda se se excluir referendo da Catalunha

O secretário-geral do PSOE, Pedro Sanchez, inviabilizará qualquer projeto do Podemos sobre a divisão territorial de Espanha e defendeu, se vier a formar Governo, um pacto de governabilidade que exclua um referendo sobre a autodeterminação da Catalunha.

Daniel Ochoa de Olza

Numa entrevista publicada hoje no diário espanhol El Pais, Sanchez disse que tem por objetivo "unir" o PSOE num "pacto das esquerdas", mas desde que "se respeite a integridade territorial" de Espanha, dando indicações de que não votará favoravelmente um Governo do Partido Popular (PP) liderado por Mariano Rajoy, vencedor das eleições de 20 deste mês.

"Nunca negociarei nada que afete a integridade territorial de Espanha", sublinhou o líder socialista espanhol, indicando que já comunicou essa decisão ao secretário-geral do Podemos, Pablo Iglésias.

Sanchez advertiu que se Iglésias quiser abordar a questão, os dois nunca chegarão a um acordo e ficará assim bloqueada qualquer possibilidade de entendimento.

Os limites para dar início a negociações com outras forças políticas serão apresentados no Comité Federal do PSOE, marcado para segunda-feira, embora esteja prevista para hoje uma reunião informal com os dirigentes regionais com o intuito de reforçar esse consenso.

Vários "barões" do PSOE, nomeadamente os da Andaluzia, Castilha-La Mancha ou Estremadura, manifestaram-se já contra a possibilidade de Sanchez se apoiar no Podemos, que exige o referendo na Catalunha, para formar Governo no caso de o presidente do executivo em funções, Mariano Rajoy, não o conseguir formar.

Lusa

  • Polémica sobre offshore intensifica guerra de palavras entre PSD e Governo
    2:39
  • DGO divulga hoje execução orçamental de janeiro

    Economia

    A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje a síntese de execução orçamental em contas públicas de janeiro, sendo que o Governo estima reduzir o défice para 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em contabilidade nacional em 2017.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.