sicnot

Perfil

Mundo

Papa celebra Jubileu das Famílias sob o signo do perdão

O papa Francisco celebrou hoje na Basílica de São Pedro, no Vaticano, o Jubileu das Famílias, a última grande manifestação jubilar do ano 2015 e uma celebração realizada sob o signo do perdão.

© Alessandro Bianchi / Reuters

O papa instou os pais católicos a mostrarem "pequenos gestos" diários com os filhos, como "partilhar uma oração antes de comerem juntos", e pediu que durante o jubileu "toda a família cristã seja um lugar em que se experimente o perdão".

"Que neste ano de Misericórdia, toda a família cristã seja um lugar privilegiado em que se experimente a alegria do perdão. O perdão é a essência do amor, que sabe compreender o erro e colocar remédio", afirmou o papa Francisco.

Jorge Bergoglio proferiu estas palavras durante uma missa celebrada na Basílica de São Pedro do Vaticano e dedicada às famílias, no âmbito dos atos do Jubileu Extraordinário da Misericórdia.

O papa sublinhou que é "no seio da família" que se educa os mais pequenos para o perdão para "terem a certeza de serem compreendidos e apoiados, não obstante os horrores que se possam cometer", defendendo que é preciso "não perder a confiança na família".

Durante a homilia, Francisco exortou os pais católicos a mostrarem diariamente "pequenos gestos" aos filhos para os educar na fé cristã.

"Que importante é para as nossas famílias caminhar juntos para alcançar a mesma meta. Sabemos que temos um itinerário comum para percorrer, um caminho onde nos deparamos com dificuldades, mas também com momentos de alegria e de consolo", sustentou Bergoglio.

Lusa

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.