sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 40 mortos nos EUA devido à passagem de tornados

Os tornados e tempestades que atravessaram o sul e o centro dos EUA provocaram mais de 40 mortos depois de 11 pessoas terem morrido na noite de sábado na zona de Dallas, indicaram as autoridades norte-americanas citadas pelos media.

© Marvin Gentry / Reuters

Oito pessoas morreram em Garland, no nordeste da área metropolitana de Dallas, num múltiplo acidente de viação causado por um tornado em que estiveram envolvidas 12 viaturas.

As outras três mortes registaram-se no condado de Collin, também a nordeste de Dallas: duas pessoas em Copeville quando um tornado arrasou a gasolineira onde se encontravam, e um menor em Blue Ridge sem que tenham sido divulgados mais detalhes.

As tempestades no norte do Texas foram as mais recentes de uma cadeia de incidentes climáticos inusuais ocorridos antes do Natal nos Estados Unidos, que já tinham causado 18 mortos no Arkansas, Mississippi e Tennessee.

Além disso, outras 11 pessoas perderam a vida devido às inundações provocadas pelas intensas chuvas no Illinois e no Missouri.

A passagem dos tornados por Garland deixou uma paisagem devastadora com cerca de 600 casas destruídas ou danificadas, e seis dezenas de feridos.

"Foi uma destruição total no dia depois do Natal, é horrível", disse Pedro Barineau, porta-voz da Polícia de Garland em conferência de imprensa.

As autoridades procuram pessoas encurraladas sob os escombros ainda que não haja informações sobre desaparecidos, recomendando aos habitantes da zona que saiam de casa.

O tornado que atingiu Garland foi classificado pelos meteorologistas como EF4 -- numa escala de seis níveis em que EF5 é o máximo --, com ventos que alcançaram até 320 quilómetros por hora.

Desconhece-se ainda que o número de tornados que afetou a zona, apesar de as autoridades terem emitido cerca de 40 alertas durante a noite de sábado.

Além de dois tornados no Texas, no sábado registaram-se inundações em San Luis (Missouri) no sul de Ohio e em Oklahoma.

Lusa

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".