sicnot

Perfil

Mundo

Morreu palestiniano ferido por disparos israelitas em Gaza

Um palestiniano ferido na sexta-feira por disparos de soldados israelitas na Faixa de Gaza morreu hoje, anunciou o Ministério da Saúde do enclave controlado pelo Hamas.

Reuters

Youssef al-Beheiri, de 48 anos, morreu na madrugada de segunda-feira, indicou o porta-voz do ministério, Achraf al-Qodra.

O homem foi ferido no peito perto de um campo de refugiados de Al-Maghazi, no centro da Faixa de Gaza, durante confrontos, ocorridos na sexta-feira, entre palestinianos e soldados israelitas.

Al-Beheiri figura entre os 40 palestinianos feridos durante esses confrontos que tiveram lugar junto à fronteira entre Gaza e Israel.

Desde 01 de outubro, os ataques isolados lançados por palestinianos, a maioria com recurso a arma branca, e os confrontos entre jovens palestinianos e soldados israelitas na Cisjordânia ocupada e na Faixa de Gaza custaram a vida a 136 palestinianos, 19 israelitas, bem como a um norte-americano e a um eritreu, segundo uma contagem feita pela agência AFP.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.