sicnot

Perfil

Mundo

Paquistanês cortou mãos a um jovem por falta de pagamento de uma dívida

A polícia paquistanesa prendeu esta terça-feira o suspeito e dois cúmplices acusados de terem cortado as mãos de um jovem de 17 anos por causa de uma questão relacionada com dívidas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mohsin Raza / Reuters

O suspeito, um abastado proprietário de terras na zona agrícola de Hafizaba, a cerca de 80 quilómetros a norte de Lahore, é conhecido como sendo um homem "muito influente na região" e que submete os trabalhadores que se ocupam dos terrenos a um regime "feudal".

"Asad Israr-ul-Haq e dois cúmplices cortaram as mãos de Akram Abu Bakar, de 17 anos", indica o relatório policial citado pela France Presse.

"A família da vítima devia 15 mil rupias (130 euros) ao proprietário das terras onde trabalhavam", referem ainda os investigadores da polícia no mesmo documento.

O comissário policial da zona, Mahmoud Butt, disse, entretanto, que os atacantes utilizaram uma faca de cozinha para deceparem as mãos do jovem.

Abu Bakar e a família fugiram do local e encontram-se em Sheikhupura, de onde são naturais, por recearem novas represálias, tendo apresentado queixa na polícia na segunda-feira depois de um jornalista local ter denunciado o caso.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.