sicnot

Perfil

Mundo

Paquistanês cortou mãos a um jovem por falta de pagamento de uma dívida

A polícia paquistanesa prendeu esta terça-feira o suspeito e dois cúmplices acusados de terem cortado as mãos de um jovem de 17 anos por causa de uma questão relacionada com dívidas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mohsin Raza / Reuters

O suspeito, um abastado proprietário de terras na zona agrícola de Hafizaba, a cerca de 80 quilómetros a norte de Lahore, é conhecido como sendo um homem "muito influente na região" e que submete os trabalhadores que se ocupam dos terrenos a um regime "feudal".

"Asad Israr-ul-Haq e dois cúmplices cortaram as mãos de Akram Abu Bakar, de 17 anos", indica o relatório policial citado pela France Presse.

"A família da vítima devia 15 mil rupias (130 euros) ao proprietário das terras onde trabalhavam", referem ainda os investigadores da polícia no mesmo documento.

O comissário policial da zona, Mahmoud Butt, disse, entretanto, que os atacantes utilizaram uma faca de cozinha para deceparem as mãos do jovem.

Abu Bakar e a família fugiram do local e encontram-se em Sheikhupura, de onde são naturais, por recearem novas represálias, tendo apresentado queixa na polícia na segunda-feira depois de um jornalista local ter denunciado o caso.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.