sicnot

Perfil

Mundo

Paquistanês cortou mãos a um jovem por falta de pagamento de uma dívida

A polícia paquistanesa prendeu esta terça-feira o suspeito e dois cúmplices acusados de terem cortado as mãos de um jovem de 17 anos por causa de uma questão relacionada com dívidas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mohsin Raza / Reuters

O suspeito, um abastado proprietário de terras na zona agrícola de Hafizaba, a cerca de 80 quilómetros a norte de Lahore, é conhecido como sendo um homem "muito influente na região" e que submete os trabalhadores que se ocupam dos terrenos a um regime "feudal".

"Asad Israr-ul-Haq e dois cúmplices cortaram as mãos de Akram Abu Bakar, de 17 anos", indica o relatório policial citado pela France Presse.

"A família da vítima devia 15 mil rupias (130 euros) ao proprietário das terras onde trabalhavam", referem ainda os investigadores da polícia no mesmo documento.

O comissário policial da zona, Mahmoud Butt, disse, entretanto, que os atacantes utilizaram uma faca de cozinha para deceparem as mãos do jovem.

Abu Bakar e a família fugiram do local e encontram-se em Sheikhupura, de onde são naturais, por recearem novas represálias, tendo apresentado queixa na polícia na segunda-feira depois de um jornalista local ter denunciado o caso.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52