sicnot

Perfil

Mundo

Suíça suspende programa de vistos especiais para dançarinas e strippers

A Suíça decidiu suspender a partir de 1 de janeiro um polémico programa de vistos de trabalho especiais para dançarinas e strippers estrangeiras, destinado a protegê-las da exploração sexual, que beneficiou mais de 700 mulheres em 2015.

Desde 2005, mais de 10.700 pessoas receberam o visto especial, designado "Autorização L". (Arquivo)

Desde 2005, mais de 10.700 pessoas receberam o visto especial, designado "Autorização L". (Arquivo)

© Paulo Whitaker / Reuters

O programa, lançado em 1995, destinava-se a mulheres oriundas de países que não pertencessem à União Europeia (UE) e que pretendessem trabalhar na Suíça como dançarinas de cabaret ou de 'striptease'. O objetivo era protegê-las da violência e do tráfico sexual.

Após uma longa investigação, as autoridades anunciaram em 2014 que o programa não estava a atingir os seus objetivos, tendo sido detetados casos de mulheres detentoras dos vistos especiais sujeitas a prostituição forçada.

A porta-voz dos serviços de imigração, Lea Wertheimer, confirmou hoje à agência France Presse que o programa é oficialmente cancelado a partir de 01 de janeiro.

Segundo Wertheimer, 751 pessoas receberam o visto especial em 2014 e 712 em 2015, sendo as principais nacionalidades russa, dominicana e tailandesa.

Desde 2005, mais de 10.700 pessoas receberam o visto especial, designado "Autorização L".

O programa foi polémico, com os defensores a argumentarem com a proteção das mulheres e a possibilidade de obterem rendimentos elevados para ajudarem as famílias no país de origem e os detratores a afirmarem que ele acabou por beneficiar os traficantes de mulheres e intermediários que exigiam dinheiro para ajudá-las a obter o visto.

Lusa

  • Fogo na baixa do Porto provoca quatro feridos, dois em estado grave
    1:38

    New Articles

    Um incêndio em três habitações na baixa do Porto, que deflagrou esta noite, provocou quatro feridos, dois em estado grave. O fogo que foi extinto pelos Bombeiros Sapadores do Porto causou cinco desalojados, dos quais quatro foram acolhidos por familiares e um realojado pela junta de freguesia. Desconhece-se a origem das chamas que destruíram três casas.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.