sicnot

Perfil

Mundo

Taiwan e Pequim instalam 'telefone vermelho' para comunicações diretas

O 'telefone vermelho' entre a China e Taiwan, territórios num conflito ideológico e de soberania desde 1949, está preparado para entrar em funcionamento, anunciou esta terça-feira o ministro de Taiwan do Conselho dos Assuntos Chineses, Hsia Li-yan.

O Presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou, e o homólogo chinês, Xi Jinping.

O Presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou, e o homólogo chinês, Xi Jinping.

© Edgar Su / Reuters

A instalação desta linha direta entre os dirigentes de Taipei e Pequim, criada para evitar mal entendidos e resolver conflitos, é uma das consequências do resultado do encontro entre o Presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou, e o homólogo chinês, Xi Jinping, acordado em Singapura a 7 de novembro.

Taiwan espera que a primeira conversa telefónica entre os líderes dos dosi territórios aconteça "nos próximos dias", acrescentou Hsia, num encontro com os jornalistas, citado pela agência noticiosa espanhola Efe.

O 'telefone vermelho' enquanto meio de comunicação direta entre países em conflito celebrizou-se quando foi instalado em 20 de junho de 1963 na Casa Branca e no Kremlin, para evitar uma guerra nuclear entre as duas maiores potências mundiais.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.