sicnot

Perfil

Mundo

Uma flor de quase dois metros e com cheiro a cadáver

Um exemplar da "flor-cadáver", uma planta de forma fálica de quase dois metros de altura e que liberta um odor parecido a carne putrefacta, floresceu num jardim botânico no sul da Austrália, informam hoje os media locais.

Milhares de curiosos dirigiram-se ao Jardim Botânico de Mt Lofty, na cidade de Adelaide, para contemplar a "bunga bangkai" ("flor cadáver" em indonésio), a qual tem o nome científico de "Amorphophallus titanum", atendendo a que só 80 exemplares floresceram no mundo nos últimos 30 anos.

"Os florescimentos são raros porque a planta é muito difícil de cultivar, incluindo em ótimas condições", disse Matt Coulter, um responsável do Jardim Botânico de Mt Lofty, citado pela agência local AAP.

"O facto de a flor e o seu característico odor durarem só 48 horas antes de colapsar é um evento obrigatório para os amantes das plantas e almas curiosas", disse o especialista.

A planta, que surgiu de uma semente doada em 2006, cresceu, em média, cerca de 20 centímetros por dia nas últimas semanas.

A "bunga bangkai" é originária das selvas tropicais de Samatra, na Indonésia, e encontra-se em perigo devido à deflorestação dos bosques onde cresce.

É identificável pela sua enorme 'espinha' amarela e pelo seu odor nauseabundo, que serve para atrair insetos polinizadores como as moscas que procuram cadáveres para depositar os seus ovos.

Descoberta por um botânico italiano, a espécie foi introduzida na Europa no fim do século XIX, tendo florido, pela primeira vez, em 1889, num jardim botânico de Londres, no Reino Unido.

Lusa

  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18
  • Jornalista que denunciou corrupção do Governo de Malta morre em explosão

    Mundo

    A jornalista Daphne Caruana Galizia, que acusou o Governo de Malta de corrupção, morreu esta segunda-feira, numa explosão de carro. O ataque acontece duas semanas depois de a jornalista maltesa recorrer à polícia, para dizer que estava a receber ameaças de morte. A morte acontece quatro meses após a vitória do Partido Trabalhista de Joseph Muscat, nas eleições antecipadas pelo primeiro-ministro, após as alegações da jornalista, que o ligavam a si e à sua mulher ao escândalo dos Panama Papers. O casal negou as acusações de que teriam usado uma offshore para esconder pagamentos do Governo do Azerbaijão.