sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha proíbe fogo-de-artifício junto dos centros de refugiados

As autoridades alemãs proibiram o uso de fogo-de-artifício e lançamento de petardos durante as celebrações do Ano Novo nos centros de refugiados, anunciaram hoje entidades autárquicas.

Autarcas das regiões de Renânia do Norte-Vestefália, Hesse e Wurtemberg decretaram a medida justificando que os efeitos do fogo-de-artifício e os petardos, típicos nesta altura do ano, podem afetar psicologicamente os refugiados que se encontram no país, traumatizados por guerras e perseguições.

"Todos aqueles que vieram de zonas de guerra associam o ruído das explosões a tiros e a bombardeamentos e podem ser afetados de forma traumática", disse um porta-voz da autoridade local da Renânia do Norte-Vestefália, Christoph Sobbler.

As autoridades referem também os perigos de incêndio associados ao uso de artefactos pirotécnicos.

De acordo com a France Press, os incêndios de origem criminosa têm-se multiplicado nas instalações de acolhimento dos refugiados sírios, na Alemanha.

A Europa, particularmente a Alemanha, recebeu em 2015 mais de um milhão de refugiados de guerra do Médio Oriente e do Norte de África.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.