sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha proíbe fogo-de-artifício junto dos centros de refugiados

As autoridades alemãs proibiram o uso de fogo-de-artifício e lançamento de petardos durante as celebrações do Ano Novo nos centros de refugiados, anunciaram hoje entidades autárquicas.

Autarcas das regiões de Renânia do Norte-Vestefália, Hesse e Wurtemberg decretaram a medida justificando que os efeitos do fogo-de-artifício e os petardos, típicos nesta altura do ano, podem afetar psicologicamente os refugiados que se encontram no país, traumatizados por guerras e perseguições.

"Todos aqueles que vieram de zonas de guerra associam o ruído das explosões a tiros e a bombardeamentos e podem ser afetados de forma traumática", disse um porta-voz da autoridade local da Renânia do Norte-Vestefália, Christoph Sobbler.

As autoridades referem também os perigos de incêndio associados ao uso de artefactos pirotécnicos.

De acordo com a France Press, os incêndios de origem criminosa têm-se multiplicado nas instalações de acolhimento dos refugiados sírios, na Alemanha.

A Europa, particularmente a Alemanha, recebeu em 2015 mais de um milhão de refugiados de guerra do Médio Oriente e do Norte de África.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07