sicnot

Perfil

Mundo

Avistados mais de 60 tubarões em 48 horas na costa leste da Austrália

Mais de 60 tubarões foram avistados desde terça-feira nas populares praias da costa leste da Austrália que, este ano, foi palco de um total de 14 ataques, um dos quais mortais, informam esta quinta-feira os media locais.

As autoridades interditaram os banhos nas praias turísticas de Jarvis Bay, a 197 quilómetros a sul de Sydney, após ter sido detetada a presença, em águas pouco profundas, de 30 tubarões, de entre 2,5 e 3,5 metros.

As autoridades interditaram os banhos nas praias turísticas de Jarvis Bay, a 197 quilómetros a sul de Sydney, após ter sido detetada a presença, em águas pouco profundas, de 30 tubarões, de entre 2,5 e 3,5 metros.

© David Gray / Reuters

O chefe da patrulha aérea australiana, Harry Mitchell, disse que o seu serviço avistou mais de 60 tubarões entre terça e quarta-feira numa zona que se estende entre as praias de Stanwell Park e Mollimook, respetivamente, a 54 e a 225 quilómetros a sul de Sydney, escreve hoje o jornal Daily Telegraph.

As autoridades interditaram os banhos nas praias turísticas de Jarvis Bay, a 197 quilómetros a sul de Sydney, após ter sido detetada a presença, em águas pouco profundas, de 30 tubarões, de entre 2,5 e 3,5 metros, segundo a agência noticiosa local AAP.

"Os tubarões, grandes tubarões, estavam literalmente em águas de um metro" de profundidade, detalhou Harry Mitchell.

Na tarde de terça-feira, uma patrulha aérea percorreu a área que rodeia o areal de Port Kembla, a 86 quilómetros a sul de Sydney, depois de um surfista ter informado que havia avistado um tubarão, e detetou a presença de um tubarão martelo.

Também foram avistados outros cinco em Warilla, a 101 quilómetros a sul de Sydney, de acordo com o mesmo diário australiano.

Em finais de outubro foi anunciado que drones iriam vigiar as praias mais populares da Austrália como parte de uma nova estratégia para manter a segurança dos banhistas, após uma série de ataques.

A incidência de ataques com tubarões na Austrália figura como uma das mais elevadas do mundo.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51