sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio em edifício nas imediações dos festejos de Ano Novo no Dubai

Incêndio em edifício nas imediações dos festejos de Ano Novo no Dubai

Um incêndio de grandes proporções deflagrou num hotel de luxo no Dubai próximo da torre mais alta do mundo, e onde as pessoas se estavam a juntar para assistir às celebrações de Ano Novo, adiantou a polícia local. O gabinete de imprensa do Governo do emirado do Dubai, citado pela AFP, anunciou na rede social Twitter que um incêndio eclodiu no hotel Adress Downtown, e que as autoridades já estão no local para garantir "uma resposta rápida e segura". Testemunhas próximas do icónico Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo, afirmaram que se avistavam chamas de grandes dimensões no hotel.

  • Nova Zelândia já está em 2016
    3:07

    Mundo

    O relógio já marcou a meia noite em Aukcland onde música, fogo de artifício e raios laser deram as boas-vindas ao Novo Ano. Em Auckland, o foco dos festejos foi a Sky Tower, de onde foi lançado fogo de artifício durante cinco minutos.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.