sicnot

Perfil

Mundo

Oposição venezuelana acusa cinco juízes de "total compromisso" com o Governo

A oposição venezuelana anunciou na quarta-feira que "recusou" os cinco magistrados do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que vão decidir sobre a impugnação de nove deputados opositores, por alegados vínculos com o partido do Governo.

O líder da oposição venezuelana, Henrique Capriles.

O líder da oposição venezuelana, Henrique Capriles.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

"Na secretaria apresentámos um pedido de recusa de todos estes magistrados que estão a avaliar as impugnações, por total compromisso e vínculos com o Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) e as partes interessadas", disse aos jornalistas Simón Calzadilla, um dos deputados afetados pelo pedido.

Eleito pela aliança opositora Mesa de Unidade Democrática (MUD), Simón Calzadilla denunciou que verificou que entre os magistrados que analisam os pedidos de impugnação encontra-se Cristhian Tyrone Zerpa, um deputado do PSUV que foi designado, recentemente e de maneira "inconstitucional", magistrado do STJ.

Por outro lado, denunciou que a presidente da Sala Eleitoral (uma das seis salas que compõe o STJ em pleno) é uma "pessoa de confiança" de Elvis Amoroso, um deputado 'chavista' que não foi reeleito nas últimas eleições parlamentares e por isso está solicitando a impugnação.

"Responsabilizamos o Presidente (Nicolás Maduro) e o PSUV pelo que poderá acontecer no país, se continuarem com o plano de ignorar a vontade popular", disse, sublinhando que "estamos na presença da mais absoluta violação do Estado de Direito".

O STJ ordenou, quarta-feira, "a suspensão provisória e imediata" dos procedimentos para dar posse a três deputados da oposição pelo Estado de Amazonas, que deviam iniciar funções na próxima semana.

O tribunal confirmou ter recebido vários pedidos de impugnação e de aplicação de medidas de "suspensão de efeitos" contra as proclamações de nove deputados opositores.

A aliança opositora MUD obteve, nas eleições de 6 de dezembro último, a primeira vitória em 16 anos, conseguindo 112 dos 167 lugares que compõem o parlamento, uma maioria de dois terços que lhe confere amplos poderes e marca uma viragem histórica contra o 'chavismo'.

Segundo o Presidente Nicolás Maduro, estão ser investigados mais de 1,5 milhões de votos nulos ocorridos durante as eleições parlamentares, já que em alguns setores onde tradicionalmente o 'chavismo' era vencedor, os candidatos perderam por menos de uma centena de votos e se registaram mais de mil votos nulos.

Lusa

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Morreu José Manuel Castello-Lopes

    Cultura

    O empresário de cinema morreu esta quinta-feira aos 86 anos. A notícia da morte foi avançada hoje pela Academia Portuguesa de Cinema na sua página de Facebook.

  • Grupo armado mata 28 cristãos no Egito
    1:03
  • PSD quer criar taxa sobre a Uber e Cabify
    1:21

    Economia

    O PSD quer criar uma taxa sobre a Uber e Cabify para regulamentar as plataformas de transporte. A proposta deu entrada esta sexta-feira, no Parlamento, e procura ser uma alternativa ao projeto lei do Governo para o setor.

  • Médico português a caminho de Mossul
    3:01

    País

    Um médico português vai partir para o Iraque, no final do mês, para integrar uma equipa dos Médicos Sem Fronteiras. Gustavo Carona vai para Mossul, uma cidade bastião dos jihadistas, que tem sido palco de uma violenta guerra entre o Daesh e as forças iraquianas.

  • Filho de Eduardo dos Santos gasta 500 mil euros em relógio

    Mundo

    Desta vez não é Isabel dos Santos que dá que falar, mas sim um outro filho do Presidente de Angola. Danilo dos Santos arrematou um relógio por 500 mil euros, num leilão em Cannes. O momento foi partilhado através de um vídeo no Instagram, no qual aparece o ator Will Smith a comentar que o jovem "parece demasiado novo para ter 500 mil euros".

  • O "chega p'ra lá" de Trump
    2:35
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28

    País

    O Presidente da República promete voltar ao Luxemburgo até ao final do ano, se houver mais 10 mil portugueses recenseados até julho. Marcelo Rebelo de Sousa participou esta quinta-feira na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, que todos os anos recebe milhares de emigrantes portugueses.

    Enviados SIC