sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos dois mortos e sete feridos em tiroteio em Tel Aviv

Duas pessoas morreram e sete ficaram feridas na sexta-feira quando um homem armado abriu fogo num bar e num café no centro de Tel Aviv, sem que ainda tenha sido apurado o motivo.

© Baz Ratner / Reuters

O tiroteio aconteceu numa altura em que se assiste a uma onda de violência entre palestinianos e israelitas e depois de o grupo extremista Estado Islâmico ter ameaçado o Estado judaico.

No entanto, a polícia sublinhou que estava a investigar em "várias frentes".

A imprensa identificou o homem armado como sendo árabe, com pouco menos de 30 anos, proveniente do norte do Iraque, afirmando que esteve recentemente detido por roubar a arma de um soldado -- a polícia não quis confirmar estas informações.

Imagens das câmaras de videovigilância de uma mercearia mostram o jovem com uma mochila, calmamente fingindo estar a fazer compras antes de se dirigir para a saída e retirar da mochila o que se parece com uma metralhadora de mão, abrindo fogo na rua.

Fontes médicas indicaram que nove pessoas foram levadas para hospitais em Tel Aviv, com a polícia a indicar que duas morreram.

Um dos mortos foi identificado pelo pai como Alon Bakal, um estudante de direito e economia que era gerente do bar atacado. A polícia identificou o segundo morto como Shimon Ruimi, do sul de Israel.

Lusa

  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01