sicnot

Perfil

Mundo

Turquia avisou Alemanha sobre risco de atentados em Munique no fim do ano

Os serviços secretos turcos avisaram as forças de segurança alemãs sobre um possível atentado em Munique na véspera do Ano Novo, o que levou à evacuação de duas estações de comboio na capital bávara, informou hoje o diário Hurriyet.

© Michaela Rehle / Reuters

A Turquia partilhou com a Alemanha, a França, a Áustria e a Bélgica a informação de que cinco 'jihadistas' do grupo extremista Estado Islâmico (EI) teriam chegado à europa com o objetivo de cometer atentados suicidas durante as celebrações do Ano Novo.

A advertência indicava que os 'jihadistas'teriam chegado á Europa em outubro depois de cruzar o Egeu com passaportes falsos, devido ao reforço da segurança nos aeroportos.

Os terroristas estariam a preparar atentados suicidas simultâneos em possíveis alvos como igrejas e zonas de lazer das capitais europeias.

O titular da pasta do Interior do Estado federado da Baviera, cuja capital é Munique, tinha indicado à imprensa que tinham sido avisados por um serviço secreto amigo que falava de uma hora e de um lugar concretos e de terroristas relacionados com o EI.

Joachim Herrmann acrescentou então que as informações recebidas eram de tal ordem que, embora pudessem não ser totalmente seguras, não poderiam ser ignoradas, pelo que se tomaram medidas imediatamente.

Segundo informações da estação televisiva bávara Bayerischer Rundfunk (BR), os alegados terroristas teriam supostamente planeado dirigir-se, dois a dois, aos locais previstos, onde se fariam explodir.

Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42