sicnot

Perfil

Mundo

Cidades líbias com instalações petrolíferas atacadas pelo Daesh

O grupo que se designa Estado Islâmico (EI) realizou hoje dois ataques nas proximidades de importantes instalações petrolíferas na Líbia, nas cidades de Al-Sedra e Ras Lanuf, no norte, indicou à AFP fonte dos serviços de segurança.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

"Fomos atacados hoje de manhã por uma coluna de carros armados do Estados Islâmico" em Al-Sedra e Ras Lanuf, disse, por telefone, o coronel Bachir Boudhfira, das forças leais ao governo líbio reconhecido pela comunidade internacional.

Acrescentou que os atacantes foram repelidos, mas que causaram a morte a dois soldados.

"Depois, fizeram outro ataque a Ras Lanuf, mas não conseguiram entrar", acrescentou.

Um dirigente do setor petrolífero líbio indicou à AFP que um reservatório com capacidade de 420 mil barris de petróleo tinha sido incendiado durante os confrontos no sul de Ras Lanouf.

Já há várias semanas que este grupo procura avançar para o leste líbio para atingir a zona onde estão os principais terminais petrolíferos do país, como os de Al-Sedra e Ras Lanouf.

Este ataque foi o primeiro desde que o grupo assumiu o controlo da cidade de Syrte.

"Aviões de combate fizeram ataques desde manhã até ao cair da noite" contra as posições do grupo, disse à AFP um coronel da Força Aérea, da base aérea de Misrata, que preferiu guardar o anonimato.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.